Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Ronaldinho vê Atlético-MG 'mais preparado do que nunca'

Time mineiro precisa vencer o Newell's Old Boys por até três gols de diferença

AE, Agência Estado

09 de julho de 2013 | 20h12

A missão não será fácil. O Atlético-MG precisa vencer o Newell''s Old Boys por três gols de diferença nesta quarta-feira, no Independência, para ir a uma inédita final de Libertadores. Mas o cenário parece não desanimar os jogadores, principalmente o experiente Ronaldinho Gaúcho, que garantiu que a equipe está "mais preparada do que nunca" para este momento.

"Estamos mais preparados do que nunca e na expectativa de fazer um grande jogo. Temos que ir para cima, nós dentro de campo e o torcedor fora. Temos que correr os 90 minutos e ir para cima com tudo", comentou.

Na vitória por 3 a 2 sobre o Criciúma, no último domingo, pelo Brasileirão, o time deixou o estádio sob os gritos de "eu acredito" da torcida. É com esse clima que o Atlético-MG entrará em campo na quarta-feira, e o desejo dos jogadores é marcar a história do clube.

"É hora de estar todo mundo junto, com pensamento positivo. Temos a chance de passar para a final, entrar para a história do clube. Vamos brigar até o fim e o apoio da torcida será fundamental", disse Ronaldinho.

Nesta terça-feira, a equipe encerrou a preparação para a partida com um clima descontraído. O técnico Cuca comandou um treino recreativo, seguido de cobranças de pênalti. Leonardo Silva e Leandro Donizete, recuperados de contusão, treinaram e devem jogar.

"Vale qualquer sacrifício. É um jogo decisivo, um momento importante e a chance de fazer história aqui no Galo chegando à decisão da Libertadores. Então, se estiver 70, 80%, tem que ir para o jogo", comentou Leandro Donizete.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.