Ronaldinho volta a treinar, mas cabeça está longe do Barça

Meia brasileiro não pretende continuar no clube catalão; destino deve ser o Milan, da Itália

EFE

16 de abril de 2008 | 18h47

Nesta quarta-feira, o brasileiro Ronaldinho Gaúcho deu sinais de que não está feliz no Barcelona e que os boatos de uma transferência para o futebol italiano podem se concretizar até o final da temporada.Ronaldinho preferiu viajar com a delegação até o centro de treinamento de El Montanya, ao invés de ficar no Camp Nou realizando o trabalho de recuperação ao lado de outros lesionados como Iniesta, Rafa Marquez e Henry, que em seguida se juntariam ao grupo.O jogador, que ajudou o clube a vencer a Liga dos Campeões de 2006, apenas realizou parte de seu trabalho de recuperação da lesão no músculo adutor direito, que o deixará de fora do resto da temporada.Na metade da sessão de fisioterapia, Ronaldinho abandonou a sala. No caminho até o ônibus, o craque conhecido pela simpatia não deu atenção aos jovens torcedores que pediam autógrafos.O jogador permaneceu escondido atrás das cortinas do ônibus por uma hora, até o final do treinamento. Algo impensável há dois anos, quando Ronaldinho era o protagonista dos títulos do Barça e reivindicava a faixa de capitão da equipe.Apesar da declaração do porta-voz do Barcelona Alfons Godall nesta quarta, que negou haver uma negociação em andamento com o Milan, tudo indica que Ronaldinho Gaúcho não se sente mais como jogador do Barça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.