Ronaldo admite teste de paternidade por suposto filho

O atacante Ronaldo admitiu nesta segunda-feira que fez um exame de paternidade para saber se Alex, atualmente com 5 anos, é seu filho. Ele seria fruto de um relacionamento com uma brasileira, Michele Umezu, no Japão, quando ele defendia o Real Madrid - o time estava em pré-temporada na Ásia em julho de 2004.

AE, Agência Estado

06 de dezembro de 2010 | 16h10

A mensagem foi postada pelo atacante no Twitter: "A vida nos surpreende.. Depois da tristeza pelo jogo de ontem (domingo, contra o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro), hoje (segunda) eu conheci o Alex, uma criança linda, educada e saudável. Agora vamos aguardar o resultado do exame e assumir as responsabilidades e os prazeres que os resultados nos derem".

O garoto vive com a mãe em Cingapura, onde tem um pai adotivo. O caso veio à tona em entrevista de Michele à revista Quem. Michele é garçonete. Ronaldo, de férias no Corinthians após a disputa do Brasileirão, já tem três filhos: Ronald, de 10 anos, Maria Sophia, de 2, e Maria Alice, que nasceu neste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansRonaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.