Ronaldo agradece confiança de Cúper

Nada como marcar dois gols em uma partida para, definitivamente, recuperar a confiança. Assim estava o atacante Ronaldo nesta quinta-feira. Depois dos gols contra o Verona, na quarta-feira, o jogador era só sorrisos. Mostrando muita alegria e tranqüilidade, o atacante voltou a agradecer ao técnico Héctor Cúper pela paciência e pelos cuidados. Destacou mais uma vez que tinha uma dívida com os torcedores da Internazionale e com seu presidente Massimo Moratti. "Agora estou contente por fazer os dois felizes (torcida e presidente)", disse Ronaldo. O primeiro agradecimento foi para o técnico Héctor Cúper. "Pela confiança depositada em mim. Fico feliz porque quem me deu confiança está feliz. Terei essa dívida por toda a minha vida." Quando fala em Seleção Brasileira, o "Fenômeno" mostra muita confiança: "Se Deus quiser, espero jogar o Mundial de 2002 e mais dois." Tão feliz quanto Ronaldo está o presidente Moratti, que, finalmente, começa a ver recompensado o investimento de cerca de US$ 77 milhões nas contratações de Vieri e Ronaldo. "O Fenômeno voltou. Aquele jogador que conhecemos, um jogador fantástico", afirmou o presidente Moratti, entusiasmado. A repercusão dos dois gols na imprensa italiana foi muito grande. "Maravilhoso Ronaldo", dizia o jornal Corriere dello Sport. "Parecia o Ronaldo dos velhos tempos, ou melhor, pois mostrou que aprendeu a marcar gols de cabeça." O La Repubblica fez questão de ressaltar a humildade de Ronaldo: "Um gol a la Ronaldo e outro de cabeça, e muito mais, sempre com genialidade e humildade. Um jogador realmente fantástico."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.