Ronaldo: chance de dar a volta por cima

Cansado de ser criticado por sua forma física, de ter sua qualidade técnica questionada e de ouvir boatos sobre sua vida pessoal, Ronaldo deu mais um desabafo nesta terça-feira em Montevidéu, onde nesta quarta-feira o Brasil enfrenta o Uruguai às 21h45 pelas Eliminatórias Sul-Americanas. Ele admitiu, novamente, estar em má fase. E disse que espera dar a volta por cima diante dos uruguaios. Mas sem dar bola para as pressões externas. "Eu não vou querer fazer gol para calar a boca de ninguém. Vou tentar fazer um gol para mim", disparou. "Cheguei onde cheguei não foi à toa. Ninguém deu nada pra mim no começo. Tenho meus méritos".Segundo Ronaldo, "os problemas vão acabar quando a bola começar a entrar". Ronaldo aproveitou também para negar o boato de que sua esposa, a modelo Daniella Cicarelli, esteja grávida. A própria Daniella já havia desmentido a informação. Ronaldo admitiu, porém, que espera ter um filho com ela em breve. "A gente se casou há pouco tempo e é claro que queremos ter um filho, mas não temos nada programado ainda. E quando isso acontecer, não vamos esconder de ninguém".O Fenômeno disse que entende as pessoas que querem saber sobre sua vida pessoal. "Até gosto da curiosidade e admiração que o povo tem por mim e pela minha esposa". Mas admitiu uma mágoa muito grande com uma parte da imprensa. "O problema é que há um setor do jornalismo, principalmente o que cuida da vida pessoal dos famosos, que insiste em querer anunciar uma ?notícia-bomba?. Isso é uma falta de respeito comigo".Questionado se, apesar de tudo, está feliz, Ronaldo respondeu: "Sim. Estou". Em seguida, voltou a falar de futebol e sobre sua fase atual. "Sou profissional há 13 anos. Não tenho que concordar nem discordar das críticas. Eu mesmo faço a minha autocrítica, quando coloco a cabeça no travesseiro e penso no que poderia fazer diferente".Seguro - Ronaldo discorda daqueles que insistem em criticar a Seleção por ela não conseguir apresentar um futebol convincente. "Não vai ser possível dar espetáculo sempre. Somos os atuais pentacampeões do mundo. Não temos que provar mais nada para ninguém". Ele completou: "Sabemos que o brasileiro é exigente, pois está acostumado com jogadores de qualidade. Isso é até bom. Futebol é uma das poucas coisas que ainda dão alegria ao brasileiro. Sabemos que temos que sempre dar o máximo pela Seleção e sabemos onde temos que melhorar".Sobre o Uruguai, Ronaldo disse: "Lemos em alguns jornais que eles se consideram favoritos. Vamos ver como vai ser no jogo. Não temos que nos preocupar com o adversário, mas com o nosso time". O Fenômeno fará seu primeiro jogo como titular no Centenário. A única vez em que ele esteve no estádio foi na Copa América de 95, quando ainda era reserva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.