Ronaldo chega ao Rio sem saber se terá de sofrer cirurgia

O atacante Ronaldo chegou nesta terça-feira ao Brasil e disse que ainda não sabe se terá de passar por uma cirurgia para tirar as duas calcificações que tem na tíbia esquerda. "Vou consultar alguns especialistas e vou esperar o resultado dos exames para saber se será necessário operar", disse o jogador do Real Madrid durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro.A lesão de Ronaldo causou um princípio de polêmica na semana passada, quando o médico da seleção, José Luiz Runco, declarou que o atacante teria de se submeter a uma intervenção cirúrgica para se livrar do problema, que já o incomoda há oito meses. O clube soltou nota dizendo que Ronaldo poderia se curar apenas com repouso, mas o próprio atacante, em sua coluna no jornal espanhol El Mundo Deportivo que a cirurgia seria a melhor opção.Ronaldo ainda não tinha vindo ao Brasil depois da eliminação da seleção na Copa do Mundo, com a derrota por 1 a 0 para a França, nas quartas-de-final. Ele disse que não houve problemas de entrosamento no grupo, e disse que é injusto afirmar que os jogadores não se dedicaram. "Todos os jogadores deram o máximo, mas infelizmente o máximo não foi suficiente e é preciso aceitar isso. Futebol é assim mesmo, se ganha e se perde", afirmou Ronaldo, que se disse disposto a prosseguir vestindo a camisa do Brasil. "Tenho sempre o maior prazer em jogar pela seleção. Sempre que eu me sentir bem e que o técnico quiser, vou estar à disposição."O jogador, no entanto, disse que ainda é certo para dizer se vai ou não disputar sua quinta Copa do Mundo, em 2010, na África do Sul, quando terá 33 anos. "Ainda falta muito tempo até lá. Prefiro esperar chegar mais perto para falar alguma coisa", desconversou. Ronaldo tem contrato com o Real Madrid até 2008 e garantiu que pretende cumpri-lo até o fim. "Estou muito feliz lá."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.