Ronaldo comanda virada do Real Madrid

O meia-atacante Oscar marcou dois gols em oito minutos, o Valladolid, em casa, abriu 2 a 0 no primeiro tempo e passou a acreditar que iria derrotar o timaço do Real Madrid. Acontece que o time de Madri não tem jogadores como Ronaldo, Figo e Zidane à toa. E o trio, com grandes jogadas, levou o Real à virada: vitória por 3 a 2, com dois gols do atacante brasileiro ? o segundo aos 45 minutos do segundo tempo ? e a manutenção da liderança do Campeonato Espanhol.Após o susto na etapa inicial, a reação do Real começou aos 3 minutos do segundo tempo. Zidane recebeu de Figo, chutou e Ronaldo desviou a bola, que entrou. Aos 17, Peña do Valladolid, colocou a mão na bola dentro de sua área; pênalti. Figo cobrou e empatou.O Real jogava bem e suas estrelas faziam grandes jogadas. Assim, o terceiro gol era quase obrigatório, apesar de ter se transformado em um castigo para o determinado time do Valladolid. Mas o talento normalmente prevalece. Foi o que aconteceu aos 45 do segundo tempo. Zidane lançou Ronaldo com um toque sutil, o Fenômeno se livrou do zagueiro brasileiro Júlio César com facilidade e concluiu sem chances de defesa para Bizzarri.Foi o 18.º gol de Ronaldo na Liga Espanhola e o nono das últimas 10 partidas pelo campeonato. O Real lidera com 49 pontos, contra 47 do Valência, que no sábado fez 6 a 1 no Malaga.Sem Ronaldinho Gaúcho, suspenso, o Barcelona foi bem. Jogando em casa, goleou o Albacete por 5 x 0, com gols de Xavi, Saviola, Quaresma, Luis Enrique e Davids. Com o resultado, o time sobe da 8ª para 5ª colocação. O Deportivo La Coruña venceu o Sevilla por 1 a 0.Na partida em que o Espanyol venceu o Villarreal por 1 a 0, em Villarreal, um incidente: ao marcar o gol da vitória, aos 45 do segundo tempo, o atacante Raducanu lançou a camisa para os torcedores. Na tentativa de pegá-la, os torcedores forçaram o alambrado, que acabou cedendo: pelo menos cinco pessoas ficaram feridas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.