Ronaldo defende jogo da seleção no Rio

O atacante Ronaldo, do Real Madrid, disse nesta quarta-feira que ficará muito feliz caso a partida entre a seleção brasileira e a Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, marcada para o dia 1º de junho de 2004, seja realizada no Maracanã. "É um estádio maravilhoso. Ganhar dos argentinos já tem um gostinho especial. Aqui no Rio, seria melhor ainda", afirmou o jogador.A tarefa, porém, será complicada. Principalmente se for levado em conta que o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, fez um pedido ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, para que a partida com os argentinos seja disputada em Belo Horizonte. Em janeiro, ambos devem se reunir novamente para formalizar a escolha.Nesta quarta-feira, Ronaldo foi ao Maracanã para prestigiar uma ?pelada? entre amigos seus de Bento Ribeiro, cidade onde nasceu, e alguns jogadores profissionais como os meias Felipe, do Flamengo, e Roger, do Benfica (Portugal), e o zagueiro César, do Fluminense. Apesar da presença, o ídolo do Real não participou do jogo por causa de uma pancada no tornozelo que levou do volante Narciso, do Santos, durante uma partida beneficente na noite de terça-feira, em São Paulo."Estou sentindo muitas dores e prefiro não arriscar", disse Ronaldo, destacando que, em 2003, não teve que conviver com as contusões. "Foi um ano maravilhoso. Só o fato de não ter me machucado já me deixa aliviado. Espero que isso se repita em 2004." Para coroar o ano, Ronaldo foi escalado na seleção de 2003, em eleição realizada pelo jornal francês L´Equipe. "É um reconhecimento para mim.Estar entre os melhores é muito bom", afirmou o atacante, que marcou 21 gols este ano. Os outros escolhidos foram: Buffon (Itália/Juventus); Roberto Carlos (Brasil/Real Madrid), Maldini (Itália/Milan), Nesta (Itália/Milan) e Thuram (França/Juventus); Makelele (França/Chelsea), Zidane (França/Real Madrid), Beckham (Inglaterra/Real Madrid) e Pavel Nedved (República Checa/Juventus); Henry (França/Arsenal) e Ronaldo (Brasil/Real Madrid). O jogador aproveitou a ocasião para parabenizar o Cruzeiro, clube que o revelou, pelo título do Campeonato Brasileiro. "Foi merecido. Tenho uma história lá e fico feliz com a conquista", afirmou Ronaldo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.