Ronaldo deve dar entrevista antes de deixar hospital na sexta

Segundo a assessoria de imprensa do atacante brasileiro, o primeiro mês de recuperação será na Europa

Agência Estado

20 de fevereiro de 2008 | 20h56

Ronaldo pretende falar publicamente na sexta-feira sobre sua contusão e seu futuro. Segundo os assessores de imprensa do Milan, o atacante brasileiro dará uma entrevista coletiva antes de deixar o Hospital Pitié-Salpetriére, em Paris, onde passou por cirurgia na semana passada para reconstruir o tendão patelar do joelho esquerdo - que se rompeu totalmente durante o jogo do dia 13 de fevereiro, contra o Livorno, pelo Campeonato Italiano. Por enquanto, todas as informações sobre o estado de espírito de Ronaldo foram passadas pelas pessoas que o acompanham em Paris: o pai (Nélio), o procurador (Fabiano Farah), o fisioterapeuta (Bruno Mazziotti) e a namorado (Maria Beatriz Antony). Assim, na sexta-feira será a primeira vez que o jogador falará com os jornalistas desde que se machucou. Depois de sair do hospital, Ronaldo passará uma semana no apartamento que tem na capital francesa. Nesse período, ele continuará fazendo exercícios de fisioterapia sob a supervisão do médico francês Gerard Saillant, que operou seu joelho direito em 1999 e 2000 e supervisionou a cirurgia da semana passada no esquerdo. Segundo a assessoria de imprensa do atacante, o primeiro mês de recuperação será na Europa - em Milão e Paris. Dependendo de uma conversa com os dirigentes e médicos do Milan, depois disso talvez ele vá se tratar no Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
Ronaldolesãooperação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.