Ronaldo é atração no dia da mentira espanhol

O Barcelona entrará com ação na Justiça contra Louis Van Gaal. A alegação é de que o técnico rejeitou a contratação de Ronaldo na época em que o atacante acertou sua transferência da Inter de Milão para o Real Madrid - seu maior rival -, após a Copa de 2002, causando prejuízos econômicos e esportivos ao clube. Os catalães querem que o holandês, naquela ocasião treinador do Barça, pague, de indenização, 9 mil por cada gol feito pelo brasileiro no Campeonato Espanhol e 12 mil por gol marcado na Liga dos Campeões.A notícia foi publicada, neste domingo, em duas páginas, pelo jornal Sport e pegou muita gente de surpresa. Não passou, no entanto, de uma brincadeira pelo dia 28 de dezembro, o dia da mentira na Espanha, que no Brasil é comemorado em 1º de abril.Em meados do ano passado, cogitou-se a volta de Ronaldo ao Barcelona. O atacante brasileiro acertou, contudo, com o principal inimigo dos catalães, o Real, pelo qual já marcou 14 gols no Espanhol deste ano e 23 na temporada passada. Van Gaal não teria se entusiasmado com a volta do artilheiro.Romário também foi usado pela imprensa espanhola no dia da mentira. De acordo com o diário El Mundo Deportivo, o atacante do Fluminense será contratado pelo Espanyol, último colocado do campeonato nacional, até 30 de junho, pelo qual prometeu fazer pelo menos 12 gols. "O Espanyol terá um R maiúsculo. Não será o de Rivaldo, com quem durante semanas foram realizadas negociações estéreis, mas o de Romário", noticiou o jornal. Rivaldo, sim, chegou a ficar perto do clube catalão, mas não aceitou proposta feita pelos dirigentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.