Ronaldo é garoto-propaganda de produto contra a calvície

Jogador não tem jogado pelo Milan, mas sua nova cabeleira traz mais dinheiro a Ronaldo

Ansa

04 de janeiro de 2008 | 14h20

Afastado dos campos de futebol desde julho passado devido a uma lesão, o jogador Ronaldo tem compensado sua ausência dos jogos realizando a publicidade de um produto para evitar a queda de cabelo.   O jogador aparece em um comercial recomendando o uso de Crescina, um produto suíço que teria propriedades capazes de estimular o crescimento dos cabelos.   Na propaganda, Ronaldo é visto com uma compacta cabeleira, em contraste com a careca que mostrou durante anos.   "Tem pouco cabelo? Não se preocupe, Crescina soluciona o problema, pois é um produto fenomenal que ajuda seu crescimento", afirma o jogador em frente às câmeras.   Há um ano, após se transferir para o Milan, Ronaldo começou a deixar o cabelo crescer, a pedido do presidente do time italiano, Silvio Berlusconi, que em encontro com o jogador disse que este estava com "um look horrível". O novo visual de Ronaldo tem sido objeto de piadas em todo o mundo, como uma caricatura que mostra o jogador com um cabelo semelhante ao do jogador colombiano Carlos Valderrama.   No Brasil, Romário, de 41 anos, acaba de ser acusado de doping pelo consumo de finasterida, substância encontrada em produtos para evitar a queda de cabelo.   A federação Internacional de Futebol (Fifa) proíbe o uso da substância, que pode mascarar o consumo de anabolizantes. Romário foi suspenso por 120 dias de suas atividades como jogador e técnico do Vasco, como punição pelo uso de finasterida.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato ItalianoAC MilanRonaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.