AP
AP

Ronaldo e Messi revelam desejo de jogar juntos: 'Como não?'

Em coletiva antes da entrega da Bola de Ouro, craques deixam futuro em aberto. Messi admite desejo de se aposentar na Argentina

O Estado de S. Paulo

12 de janeiro de 2015 | 14h40

Na coletiva que antecedeu a entrega da Bola de Ouro de 2014, os 'arquirrivais' Cristiano Ronaldo e Lionel Messi deram declarações surpreendentes. O português, atual detentor do prêmio, afirmou pela primeira vez que gostaria de jogar ao lado do craque argentino em uma mesma equipe. Os dois 'dividem' o prêmio de melhor jogador do mundo há seis temporadas.

"O futebol é o presente, gostaria de ver uma equipe comigo, Messi e Neuer. Seria bonito jogar do lado deles", afirmou o camisa 7 do Real Madrid, deixando a rivalidade com o argentino de lado. Em resposta, Messi seguiu a mesma linha, mas reconheceu a dificuldade de realizar o sonho de milhões de fãs de futebol: "Como não? Sempre é bom jogar com os melhores, Cristiano é um deles. Acho difícil acontecer, mas gostaria", afirmou o capitão blaugraná.

Os dois craques também falaram sobre seus respectivos futuros. Cristiano Ronaldo se disse feliz no Real Madrid, time que defende há cinco anos, mas deixou em aberto a possibilidade de defender outra equipe: "Estou feliz no Real, mas não sei sobre o futuro. Só Deus sabe". O nome do português é constantemente ligado ao Manchester United, sua ex-equipe, onde é idolatrado pela torcida.

Na Espanha, surgem rumores sobre um possível desentendimento de Messi com o treinador Luis Enrique, desmentido pelo jogador argentino. Mesmo assim, acenderam-se boatos sobre uma 'supertransferência' para Chelsea ou Manchester City, da Inglaterra, principalmente após declarações de seu pai, Jorge Messi, que revelou divergências com o clube sobre a revisão do contrato do atleta.

Porém, o camisa 10 reiterou o desejo de permanecer no Barça e ainda encerrar a carreira no futebol argentino: "Não sei onde vou no futuro. Gostaria de seguir no Barcelona e terminar na Argentina, mas não dá para prever", afirmou Messi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.