Ronaldo e queda do Vasco dominam a festa da Série B

O rebaixamento do Vasco e a contratação de Ronaldo Fenômeno pelo Corinthians foram os temas dominantes na festa de encerramento da Futebol Brasil Associados (FBA), realizada nesta terça-feira, que premiou os times participantes do Campeonato Brasileiro da Série B. A cerimônia, bem menos pomposa do que da Série A, ocorrida na última segunda, no Rio de Janeiro, foi realizada no Espaço Quatá, na Vila Olímpia, em São Paulo.?A presença do Vasco vai ser benéfica em termos comerciais para a Série B, especialmente na praça do Rio de Janeiro. Mas, é claro, que temos de lamentar o momento sofrido vivenciado por toda a coletividade vascaína neste momento de decepção. Mas o Vasco é forte e, como outros, pode se organizar e voltar à elite ainda mais forte?, comentou o presidente da FBA, José Neves Filho.O dirigente ainda comentou que sugeriu a contratação de Ronaldo Fenômeno a Fabiano Farah, empresário do atacante, ainda em agosto. ?Na época alertei que seria uma tremenda jogada de marketing?, lembrou Neves.Para o ministro de Esporte, Orlando Silva, ?o fortalecimento da Série B reforça a tese de qualificação da Série A?. E citou a contratação de Ronaldo pelo time paulista como exemplo de que, enfim, o ?Corinthians aprendeu a fazer marketing?.E o próprio presidente corintiano, Andres Sanches, reconheceu isso ao chegar, por volta das 21h30. ?A questão não é quanto eu vou pagar pelo negócio, mas quanto eu vou receber. Este é um tipo de negócio já feito na Europa. Espero que até sexta-feira o Ronaldo já assine o contrato?.A cerimônia contou com a presença de representantes dos clubes da Série B, além dos ascendentes da Série C: Atlético-GO, Guarani, Campinense-PB e Duque de Caxias-RJ.A entidade premiou os quatro primeiros colocados (Corinthians, Santo André, Avaí e Barueri), que obtiveram o acesso à Série A, bem como a seleção do Campeonato, que conta com Renê (Barueri); Osmar (Vila Nova), Jean (Ponte Preta), Chicão (Corinthians) e André Santos (Corinthians); Willians (Santo André), Marquinhos (Avaí), Marcelinho Carioca (Santo André) e Douglas (Corinthians); Túlio Maravilha (Vila Nova) e Herrera (Corinthians). Técnico: Silas (Avaí).Além disso, os destaques individuais também receberam prêmios. São eles: o artilheiro Túlio Maravilha, com 24 gols marcados pelo Vila Nova, o goleiro menos vazado - Felipe, do Corinthians -, a revelação Giuliano, do Paraná, o técnico Silas, o craque da torcida André Santos, do Corinthians, e o craque da Série B - Douglas, também do Corinthians.Houve ainda um prêmio, oferecido por uma cervejaria, ao jogador mais disciplinado da Série B. Ele ficou com o zagueiro Robson, do América-RN. Em 35 partidas disputadas, ele recebeu apenas três cartões amarelos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.