José Patrício/AE
José Patrício/AE

Ronaldo e Roberto Carlos devem jogar juntos na quarta

'Roberto Carlos já era uma certeza. O Ronaldo foi algo que amadurecemos nos últimos dias', avisa Mano

MARCEL RIZZO, Agencia Estado

17 de janeiro de 2010 | 21h02

O Corinthians começou neste domingo o laboratório para a Libertadores. Pelo menos é assim que o clube encara o Campeonato Paulista. O empate contra o Monte Azul, em Ribeirão Preto, foi considerado normal e o técnico Mano Menezes festejou ter dado ritmo de jogo para alguns atletas como Tcheco.

Veja também:

especial QUIZ - Você sabe tudo sobre o Paulistão?

lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

link Corinthians estreia com empate ano do centenário

Na próxima quarta-feira frente ao Bragantino, no Pacaembu, o rodízio vai começar, mas com duas grandes novidades: Roberto Carlos e Ronaldo estarão em campo. Juntos pela primeira vez desde a derrota do Brasil na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, para a França.

"O Roberto Carlos já era uma certeza na quarta. Ele estava em meio de temporada. O Ronaldo foi algo que amadurecemos nos últimos dias. É quase certo que ele jogue. A evolução dele foi positiva nesta semana e queremos que ele ganhe ritmo. E isso se adquire jogando", disse Mano.

Ronaldo foi elogiado pela comissão técnica por ter conseguido voltar no mesmo peso que terminou a temporada passada - 101 quilos. Já perdeu quatro nos 11 dias de pré-temporada e Mano avalia que a motivação do craque cresce quando está em campo. No ano passado, ele estreou apenas em 4 de março.

Agora, vai jogar logo no terceiro duelo do time na temporada para estar voando quando realmente interessa ao Corinthians, em 24 de fevereiro, contra Júnior de Barranquilla (Colômbia) ou Racing (Uruguai). Vai ser a estreia na Libertadores.

As mudanças não vão se limitar ao lateral e ao atacante. Mano deve trocar meio time, mostrando que o revezamento que disse que faria é para valer. Elias, por exemplo, deve substituir Jucilei. E Jorge Henrique entrará na vaga de Tcheco.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansRonaldoMano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.