Ronaldo ensaia uma visita à seleção na Granja Comary

Ronaldo ensaia uma visita à seleção brasileira na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), caso o time passe pelo Chile neste sábado, em Belo Horizonte. O ex-atacante tem muito carinho por Felipão e Parreira, os dois técnicos que fizeram sua história com a camisa do Brasil.

ROBSON MORELLI, Agência Estado

26 de junho de 2014 | 12h07

Parreira foi o primeiro a convocar o então jovem atacante, com apenas 17 anos, para disputar a Copa de 1994 nos Estados Unidos. E Felipão apostou nele no Mundial Coreia do Sul e Japão, em 2002, quando a seleção se sagrou pentacampeã. Por isso, Ronaldo tem ligação estreita com os dois. Sua presença em Teresópolis seria para motivar os jogadores - alguns deles têm Ronaldo como ídolo, como é o caso de Fred.

O ex-jogador ainda é representante do Comitê Organizador Local (COL) da Copa. Começou de braços dados com a presidente Dilma Rousseff e mais recentemente mudou de lado, condenando as estruturas do Mundial e "a vergonha" que o País passaria na competição por deixar obras no esqueleto.

Como Ronaldo tem sido foco de críticas em alguns episódios, Felipão não tem claro se a presença dele na Granja Comary seria uma boa para a seleção neste momento. Pensa mais nos resultados negativos que a presença do ex-atacante poderia causar ao grupo em relação ao torcedor. Não tem dúvidas, no entanto, que suas histórias de superação no futebol motivariam o elenco.

Por isso que o convite ainda não foi feito para a sua visita em Teresópolis. Mas Ronaldo teria muito a falar com os jogadores. Todos têm carinho especial pelo antigo astro da seleção. Alguns deles eram crianças quando ele já brilhava na seleção e nos clubes da Europa.

Na última quarta-feira, quem apareceu no treinamento do Brasil na Granja Comary foi a mãe de Ronaldo, dona Sônia, que foi acompanhada dos netos - com exceção dos filhos do ex-jogador, que não foram com a avô.

Dona Sônia conversou com Parreira e Felipão, tirou fotos e matou saudade do ambiente que o filho viveu por anos, sempre reverenciado pela torcida brasileira. Se o Brasil passar, Ronaldo também deve aparecer na Granja Comary. Na redes sociais, o hoje comentarista da TV Globo já disse "estar com vontade de visitar" a seleção.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolRonaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.