Ronaldo está muito feliz por ajudar Brasil, diz porta-voz

O porta-voz do atacante Ronaldo, David Espinar, disse nesta sexta-feira que o jogador passoupelas piores situações possíveis, mas nada afeta seu desejo de jogar com alegria e ajudar o Brasil a conquistar mais uma vez o Mundial. "O pior que pode acontecer com um jogador aconteceu com ele. Não porque o estejam chamando de gordo, mas pelas lesões que sofreu e das quais se recuperou devido a seu incansável espírito de luta", afirmou.O assessor do jogador descreveu um Ronaldo "muito feliz" por ter conseguido o que queria: ajudar o Brasil a jogar bem e balançar as redes. Na goleada por 4 a 1 sobre o Japão foram dois gols. "O mundo ao redor de Ronaldo estava muito mais preocupado com ele do que o próprio Ronaldo", completou.Com seus dois gols, o atacante chegou a 14 em Copas e igualou o recorde do alemão Gerd Müller, que já dura 32 anos. A perspectiva de superar Müller o entusiasma, mas não tanto comoo objetivo de ajudar o Brasil a conquistar o sexto título. "Ronaldo está muito feliz, nem tanto pelos recordes que possa bater, mas porque o Brasil venceu nesta quinta-feira e melhorou seu desempenho", completou."Com a experiência de muitos anos no futebol, Ronaldo sabe que os sucessos e os fracassos pessoais são efêmeros", afirmou Espinar, esclarecendo que o único combustível que alimenta o atacante é a alegria de jogar para ajudar o Brasil, e não as demonstrações para calar seus críticos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.