Ronaldo evita polêmica com Luxemburgo

Depois de ter ficado irritado com sua substituição no jogo de domingo, contra o Mallorca, Ronaldo falou com a imprensa pela primeira vez nesta quinta-feira. E tentou evitar polêmica com o técnico do Real Madrid, o também brasileiro Vanderlei Luxemburgo, mas não deixou de reclamar.Apesar da diplomacia, Ronaldo foi irônico ao comentar sua situação atual no Real. ?Aqui não há intocáveis, mas sempre que ele tira alguém, esse alguém sou eu", disse o atacante brasileiro. "Não conheço nenhum jogador que fique feliz quando sai de campo. Eu fico irritado e chateado. Sempre quero jogar para ajudar a equipe.?Ronaldo também explicou o ato de rebeldia, ao jogar o agasalho do clube no chão, já na porta do vestiário, após ter sido substituído no jogo de domingo. ?Mas isso foi no corredor. Se tinha uma câmera ali, foi azar, mas não fiz nenhum gesto dentro de campo por respeito a meus companheiros e ao público", disse o atacante, que evitou conflito com Luxemburgo. "Vanderlei faz o que acha melhor para a equipe. Não acho que me use como exemplo. Não estou chateado. Aceito o que o treinador disser e não peço explicações.? A possibilidade do Real contratar mais atacantes, como os brasileiros Adriano e Robinho, também foi tema da entrevista coletiva desta quinta-feira. "Adriano e Robinho? Que venham, mas ninguém tira o meu lugar", brincou Ronaldo. ?Há espaço para todos... isso é problema para o treinador. Seria incrível, as partidas acabariam 8 a 7, 7 a 7.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.