JF Diório/AE
JF Diório/AE

Ronaldo faz dois e Corinthians bate o Sport por 4 a 3

Equipe alvinegra ganha outra no Pacaembu e assume a sexta colocação do Campeonato Brasileiro

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

16 de julho de 2009 | 22h52

A estrela de Ronaldo brilhou mais uma vez na noite desta quinta-feira no Pacaembu e o Corinthians voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Em partida da 11.ª rodada, o Fenômeno fez dois gols de cabeça e a equipe bateu o Sport Recife por 4 a 3.

Veja também:

linkMoradei vibra após fazer o gol da vitória do Corinthians

linkMano lamenta mudanças no time do Corinthians

som Ouça os gols no Território Eldorado - Corinthians 0 X 1 Sport; Corinthians 1 X 1 Sport; Corinthians 2 X 1 Sport; Corinthians 3 X 1 Sport; Corinthians 3 X 2 Sport; Corinthians 3 X 3 Sport; Corinthians 4 X 3 Sport

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Apesar de ser um dos jogadores mais importantes da história do futebol mundial, o Fenômeno sempre reconheceu que o cabeceio nunca foi o seu forte. E o fato de ter balançado as redes duas vezes desta maneira surpreendeu até ele mesmo. "Aqui tem acontecido coisas inexplicáveis", disse, ao deixar o gramado no intervalo da partida.

O resultado positivo deixa o time alvinegro em boa situação no Brasileirão. Está sem sexto lugar, com 17 pontos, sete a menos do que o líder Atlético Mineiro. Já os pernambucanos, com 11 pontos, ocupam a 13.ª posição na tabela.

Em busca da primeira vitória fora de casa no torneio nacional, o Corinthians volta a campo no próximo domingo, às 16 horas, contra o Cruzeiro. Vice-campeão da Libertadores, os mineiros devem entrar em campo com o time reserva após a perda do título da competição continental na quarta diante do Estudiantes. O Sport recebe no mesmo dia o Avaí, às 18h30.

NOITE FENOMENAL

Desde que chegou ao Corinthians em dezembro do ano passado, a identificação de Ronaldo com a torcida tem sido cada vez melhor. E no Pacaembu o atacante parece se sentir a cada dia mais em casa.

No estádio que é considerado a casa corintiana, apesar de pertencer à prefeitura de São Paulo, o Fenômeno já balançou as redes 12 vezes - cinco no Brasileirão, quatro no Campeonato Paulista e mais três na Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, mais uma vez ele foi o dono do jogo.

Os mandantes ainda saíram atrás no marcador aos 12 minutos, quando Fabiano aproveitou belo cruzamento de Elder Granja e cabeceou sem chances de defesa para Felipe. Em vantagem no marcador, o Sport reforçou ainda mais a retranca. E foi aí que surgiu a figura de Ronaldo mudar a história da partida.

Aos 27 minutos, André Santos cruzou e o Fenômeno subiu mais do que toda a defesa adversária para igualar o marcador. Sete minutos depois, mais uma vez deram espaço para Ronaldo e, após cruzamento de Diogo, ele subiu bonito entre os zagueiros adversários para desempatar.

EMOÇÃO

Quando Cristian contou com desvio da zaga em chute forte de fora da área aos 4 minutos do segundo tempo para fazer o terceiro gol do Corinthians, tudo parecia decidido no Pacaembu. Mas a torcida corintiana não esperava as emoções que viriam pela frente.

 Corinthians4
Felipe; Diogo (Moradei), Chicão, Diego e André Santos; Cristian, Jucilei (Marcelinho), Douglas     e Jorge Henrique; Dentinho     (Morais) e Ronaldo   
Técnico: Mano Menezes
 Sport3
Magrão; Igor, Juliano e Durval; Élder Granja (Dudé), Hamilton    , Sandro Goiano    , Fabiano e Dutra; Luciano Henrique (Vandinho    ) e Guto     
Técnico: Emerson Leão
Gols: Fabiano, aos 12, e Ronaldo, aos 27 e aos 34 minutos do primeiro tempo; Cristian, aos 4, Vandinho, aos 18 e aos 22, e Moradei, aos 34 minutos do segundo tempo

Árbitro: Carlos Eugenio Simon (FIFA/RS)

Renda: R$ 755.466,50

Público: 22.756 pagantes

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)

O Sport Recife aproveitou um momento de 'apagão' dos mandantes e fez dois gols seguidos, com Vandinho, que havia entrado no lugar de Luciano Henrique. Aos 18, ele aproveitou falha da defesa e chutou no canto. Quatro minutos depois, Felipe bateu roupa dentro da área e ele não perdoou. A partida ganhou ares dramáticos.

Perdido em campo, o Corinthians ainda levou uma pressão do Sport e por pouco não sofreu a virada. Mas, após a expulsão de Guto, mais um lance inesperado fechou a noite no Pacaembu. Moradei, que tinha entrado no lugar de Diogo, acertou um belo chute de fora da área para vencer o goleiro Magrão. A festa voltou a tomar conta do estádio.

Mesmo com a vantagem no marcador e um a mais em campo, o Corinthians ainda sofreu pressão do adversário, mas no sufoco garantiu a quinta vitória no Brasileirão.

DESFALQUES

O Corinthians não pôde contar com os suspensos Elias e Alessandro e com o machucado William na noite desta quinta-feira. Sem a dupla titular (Chicão jogou ao lado de Diego), a defesa mais uma vez sofreu e quase fez a equipe jogar fora três pontos que pareciam assegurados.

No meio-de-campo, Jucilei jogou ao lado de Cristian e teve boa atuação. Moradei, que entrou no segundo tempo no lugar do lateral-direito Diogo, brilhou em campo e fez o gol que garantiu o triunfo aos mandantes.

Já no Sport, comandado por Emerson Leão, o destaque foi Vandinho, que deixou sua marca duas vezes e por pouco não garantiu um ponto aos visitantes. No entanto, o time pernambucano mostrou muita fragilidade defensiva e deve brigar apenas por uma vaga na Copa sul-americana na competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.