Real Valladolid/ Divulgação
Real Valladolid/ Divulgação

Ronaldo Fenômeno engrossa campanha contra o racismo e relembra Nelson Mandela

Ex-atacante publicou nas redes sociais uma foto em que veste uma camiseta com as mensagens 'Stop Racism' e 'Stop Violence'

Redação, Estadao Conteudo

04 de junho de 2020 | 19h45

Ronaldo Fenômeno é mais uma das personalidades do esporte mundial a engrossar o combate contra o racismo, após a morte brutal do negro norte-americano George Floyd, asfixiado pelo por policial branco, que se ajoelhou sobre seu pescoço em Minneapolis, nos Estados Unidos.

O ex-atacante publicou nas redes sociais uma foto em que veste uma camiseta com as mensagens "Stop Racism" (Chega de Racismo) e "Stop Violence" (Chega de Violência). "Os Fifa Legends dizem não ao racismo e a qualquer forma de discriminação. Também dizemos não a toda forma de violência", escreveu na legenda o ex-jogador da seleção brasileira.

Em 25 de maio, o "Fenômeno" postou um discurso do ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, na entrega do Prêmio Laureus de 2000. "O esporte tem o poder de mudar o mundo, o poder de inspirar, de unir as pessoas de uma forma que poucas coisas podem", disse o símbolo do combate do Apartheid, regime de segregação racial implementado no país africano de 1948 a 1994.

"O esporte fala com a juventude através de um idioma que todos entendem, pode criar esperança onde não há. É mais poderoso do que governos. Pode romper barreiras raciais e acabar com qualquer tipo de discriminação", concluiu o texto.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.