Ronaldo fica no banco da Inter amanhã

Ronaldinho ficará mais uma vez no banco de reservas da Inter. Nesta quinta-feira, contra a Udinese (às 17h45 do Brasil), no jogo de volta das oitavas-de-final da Copa da Itália, o atacante brasileiro foi mais uma vez relacionado pelo técnico argentino Héctor Cúper. Em compensação, os torcedores do time de Milão não poderão assistir a Vieri e Ronaldinho atuando juntos novamente. O atacante italiano será poupado dessa partida. No jogo de ida, em Udine, a Inter foi derrotada por 2 a 1. Uma vitória simples classifica a equipe milanesa para as quartas-de-final, já que a Inter marcou um gol na casa do adversário, critério utilizado para desempate. No último domingo, Ronaldo entrou aos 27 minutos do segundo tempo, no lugar de Vieri, que deixou o campo reclamando da alteração, pois tinha a expectativa de atuar ao lado de seu companheiro de ataque. O brasileiro terminou a partida comemorando não ter sentido contusão. Além de Ronaldinho, outro talento pode voltar ao time de Milão: o uruguaio Álvaro Recoba, que no último domingo ajudou sua seleção a se classificar para a Copa do Mundo, ao bater a Austrália. "Não vejo a hora de jogar pela Inter. Estou à disposição do técnico Héctor Cúper e se ele quiser poderei jogar contra a Udinese", avisou o jogador, que cumpriu suspensão por utilização de passaporte falso até 31 de outubro. Recoba não joga pela Inter desde 17 de junho, contra o Bolonha. "Há muito tempo não visto a camisa da Inter. Não vejo a hora de voltar a vesti-la e dar o meu melhor para a equipe, para que possa devolver parte da confiança depositada pelos dirigentes e pelos torcedores", afirmou o uruguaio. Mesmo tendo feito longa viagem de Montevidéu a Milão, ele foi confirmado por Héctor Cúper para o jogo. Outro que volta ao time da Inter é o zagueiro Sorondo, que também disputou pelo Uruguai a repescagem das Eliminatórias da Copa, no último domingo. Nesta quarta-feira, também pela Copa da Itália, o Parma foi derrotado em casa pelo Messina, por 2 a 1, mas mesmo assim garantiu passagem às quartas-de-final da competição. Na partida de ida, fora de casa, o Parma venceu por 2 a 0. Mais uma vez o técnico argentino Daniel Passarella foi derrotado. Nas últimas cinco partidas, Passarella colecionou quatro derrotas (Juventus e Milan, pelo Campeonato Italiano; Broendby, pela Copa da Uefa, e hoje, contra o Messina) e obteve só uma vitória (na ida contra o Messina). Outra equipe classificada para as quartas-de-final foi o Milan, que empatou sem gols com o Perugia, fora de casa. No primeiro jogo, o clube milanês bateu o Perugia por 3 a 0, em Milão. O detalhe curioso é que o técnico Carlo Ancelotti, que assumiu o cargo no lugar do turco Fatih Terim, completou a quinta partida no comando sem tomar sequer um gol. Além dos jogos contra o Perugia, o Milan empatou por 0 a 0 com o Piacenza e derrotou o Parma por 1 a 0, pelo Campeonato Italiano, e bateu o Sporting, 2 a 0, pela Copa da Uefa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.