Ronaldo ficará na reserva domingo

A contratura na coxa está curada e Ronaldo reforça a Internazionale no clássico com a Fiorentina, domingo, em Milão. Mas o atacante brasileiro não começa como titular, no duelo pela 11ª rodada do Campeonato Italiano de 2001-02. O treinador argentino Héctor Cúper prefere deixá-lo como opção no banco de reservas, para entrar durante o jogo, se as condições forem favoráveis. Ronaldo está ansioso para jogar, mesmo que seja apenas por alguns minutos. O receio do treinador e dos médicos da Inter é o mesmo desde a recuperação da segunda cirurgia no joelho direito: não dar passo em falso. A última tentativa de retorno de Ronaldo ocorreu no dia 4, na partida com o Lecce, também disputada no estádio Giuseppe Meazza. O atacante brasileiro foi escalado como titular, mas saiu aos 13 minutos de jogo, depois de sentir dores na coxa. Por isso, passou três semanas fazendo novo tratamento. Anteriormente, ele havia participado por alguns minutos do jogo com o Brasov, pela Copa Uefa. Naquela oportunidade, também deixou o gramado com uma contratura muscular. Os médicos da Inter estão alarmados e creditam as contusões recentes ao desgaste psicológico do atleta, afastado do futebol há praticamente dois anos. A rodada do Campeonato Italiano começa neste sábado, com o clássico entre Juventus e Lazio. A equipe de Turim está em terceiro lugar, com 17 pontos, enquanto o clube romano é o 8º colocado, com 14. A liderança é do Chievo, que tem 20, e enfrenta o Perugia domingo. A Inter é a vice-líder, com 19, e a Fiorentina está em antepenúltimo, com 10.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.