Ronaldo foi cortado por outros motivos

A permanência de Ronaldo em Madri e sua não participação no amistoso que disputará o Brasil na próxima quarta-feira contra Hong Kong não teria qualquer relação com a necessidade de preservar o jogador fisicamente. Um alto membro do comitê técnico do Real Madrid admitiu neste domingo à Agência Estado que a dispensa de Ronaldo da Seleção ocorre por motivos pessoais. "A decisão em relação à dispensa não tem qualquer motivo físico", afirmou o representante do Real, que pediu para não ser identificado.A declaração desmente o comunicado oficial publicado neste domingo pelo próprio Real Madrid em seu website, alegando que um acordo teria sido fechado para poupar o craque depois de sua visita relâmpago ao Brasil na semana passada para tratar de assuntos familiares.Segundo o membro da equipe, porém, a dispensa possibilitará que Ronaldo continue acompanhando o problema em sua família, ainda que o craque permaneça na capital espanhola. "Ronaldo ficará aqui conosco", afirmou o representante. De acordo com ele, o jogador ainda poderá aproveitar os dias de folga para preparar seu casamento com Daniela Cicarelli, que se aproxima.O próximo jogo disputado pelo Real ocorre no domingo, dia 13, contra o Osasuna.

Agencia Estado,

06 de fevereiro de 2005 | 16h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.