Ronaldo joga basquete em comercial

Desde esta quarta-feira os fãs do atacante Ronaldo, do Real Madrid, podem vê-lo praticando um novo esporte: basquete. Astro da nova campanha publicitária da empresa de telefonia TIM, o "Fenômeno" aparece neste primeiro comercial, veiculado nas principais emissoras de TV do País, e em fotos publicadas em jornais e revistas, tentando demonstrar sua "habilidade" em arremessar bolas ao cesto. Na segunda etapa da campanha, o craque do Real Madrid aparecerá ao lado de um dos maiores atletas da história do basquete, o brasileiro Oscar Schmidt. E Ronaldo não cobrou barato para trocar o futebol pelo basquete. Por um contrato de quatro anos, o jogador vai receber cerca de US$ 5 milhões anuais, o que elevou seu faturamento anual para aproximadamente US$ 25 milhões. Já que o Fenômeno possui parcerias comerciais com a Nike (US$ 5 milhões), Carrefour (US$ 3 milhões) e Siemens (US$ 4 milhões), além dos US$ 8 milhões de salários pagos pelo clube espanhol. Para seduzir os consumidores, a Tim oferece a oportunidade de o usuário de suas aparelhos celulares falarem por uma tarifa diferenciada, R$ 0,07, o minuto, até que Ronaldo se torne um "craque" de basquete. Com isso, quem comprar um aparelho poderá escolher entre dez números (sendo três de telefones fixos e sete números celulares da empresa) para se beneficiar da promoção. A Ronaldo coube a tarefa de se esforçar em quadra e acertar a bola na cesta. Na primeira tentativa, ele cabeceia, mas ela bate no aro. Em seguida, o jogador consegue seu objetivo ao aplicar uma bicicleta com o pé direito, saindo de braços abertos para comemorar. O filme termina com o Fenômeno arremessando pela primeira vez com as mãos e errando. "Venha para a Tim e monte o seu time", é a única fala de Ronaldo neste primeiro comercial. Na próxima peça publicitária, também sob tutela da agência de publicidade 4x4, o jogador estará ao lado de Oscar. Por sua assessoria, o jogador disse ter gostado de sua primeira atuação no basquete, principalmente, porque tem como ídolo o ex-atleta norte-americano Michael Jordan. Ao brasileiro Oscar o atacante da seleção brasileira também reservou elogios. Lembrou a garra que o craque do basquete apresentou sempre que defendeu as cores do Brasil. Os comerciais com Ronaldo e Oscar foram gravados no Maracanãzinho, na manhã do dia 20. Um dia após o empate do Brasil com o Uruguai, por 3 a 3, em Curitiba, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.