Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Ronaldo marca, mas Corinthians só empata pelo Paulistão

Atacante saiu com uma lesão na coxa direita no empate por 1 a 1 com o Mirassol; meia Danilo fez boa estreia

André Avelar - estadao.com.br,

27 de janeiro de 2010 | 23h48

Ronaldo desencantou na temporada, mas seu gol não foi suficiente para dar a vitória ao Corinthians, que ficou no 1 a 1 com o Mirassol, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Paulista. Para piorar, o atacante deixou o gramado do Pacaembu com dores na coxa direita e o time ainda desperdiçou a chance de assumir a liderança isolada da competição.

Veja também:

linkRonaldo preocupa para o clássico de domingo

 especialQUIZ - Você sabe tudo sobre o Paulistão?

lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

som Ouça os gols no Território Eldorado

Palmeiras e Corinthians, que fazem o clássico da quinta rodada no domingo, dividem a primeira posição com oito pontos. Ainda sem vencer, o Mirassol é apenas o 16.º, com três pontos.

 

Desde o início, os visitantes assumiram que foram ao Pacaembu para se defender. Com a lesão do atacante Evando, cortado nos vestiários, o técnico Pintado aproveitou para superlotar o meio-campo no esquema 3-6-1 e ainda provocar o adversário. "Contra o Corinthians, a gente tem que correr risco zero. Eles vêm com um meio-campo lento também, vai ser um bom jogo", disse.

 

Ainda antes do início da partida, o corintiano Mano Menezes fez questão de responder ao técnico do Mirassol e elogiar seus jogadores. "Existe muitas maneiras de acelerar um jogo. Não posso pedir para o Tcheco e para o Danilo saírem correndo porque não é a deles", explicou.

 

Mas o técnico do Mirassol tinha razão. Recém-contratados e ainda sem o devido entrosamento, Tcheco e Danilo, esse o estreante da noite, embolavam ainda mais o meio-campo. Em uma única jogada, os dois chegaram a se machucar em disputa de cabeça. Além disso, o excesso de toques para o lado da dupla e só não começou a irritar os 16.196 torcedores por conta de sua principal estrela.

 

SÓ ELE JOGAVA

Se a bola demorava para chegar na frente, Ronaldo tentava aproveitar as poucas oportunidades que tinha. Na primeira delas, em ritmo de pré-temporada, chutou nas arquibancadas do Pacaembu. Ainda demorou para acertar a mira, mas quando conseguiu... Aos 44 minutos, ele recebeu sozinho na área, driblou o goleiro com a calma de quem é Fenômeno e só empurrou para as redes.

 

Foi só o primeiro gol dos 30 prometidos por Ronaldo para 2010. Na saída do intervalo, evitou a imprensa e desceu correndo para o vestiário. Era fome de gols. Logo no começo do segundo tempo, ele ainda fez mais um, mas o árbitro corretamente assinalou impedimento. E a falta de um melhor preparo físico fez o atacante deixar o campo aos 23 minutos, com uma lesão na coxa direita. Bill, mais uma vez vaiado, entrou no seu lugar.

Ainda sem vencer na competição, o Mirassol desfez o esquema tático na etapa complementar e decidiu partir para cima. Deu certo. O goleiro Felipe, que sequer havia sujado o uniforme até então, se atrapalhou duas vezes no mesmo lance e Ferreira, que havia acabado de entrar, não perdoou. O atacante ganhou de Balbuena para aproveitar o rebote e marcar o empate, aos 13 minutos.

 

A partir daí o jogo ficou ainda mais preso no meio-campo. Danilo, que vinha fazendo boa partida, cansou. Assim como ele, Tcheco também sumiu e foi substituído. As coisas pareciam a ficar mais fáceis para os corintianos quando o zagueiro Amarildo foi expulso. Não foi bem assim. O Mirassol se fechou ainda mais na defesa e segurou o resultado. O Corinthians, sem poder de reação, viu o tempo passar. 

 

SOLIDARIEDADE

O Corinthians agora se prepara para o clássico de domingo, contra o arquirrival Palmeiras, às 17 horas, no Pacaembu. A partida ainda terá um quê especial pela solidariedade prometida. A diretoria dos clubes farão um leilão beneficente para ajudar a população de São Luiz do Paraitinga, arrasada pelas fortes chuvas que caem desde dezembro. Também pela 5.ª rodada, o Mirassol enfrenta o Paulista, fora de casa.

CORINTHIANS 1x1 MIRASSOL

Gols: Ronaldo, aos 44 minutos do primeiro tempo, e Ferreira, aos 13 minutos do segundo tempo.

Corinthians - Felipe; Alessandro, Paulo André (ca), William e Escudero (Balbuena) (ca); Marcelo Mattos, Elias, Danilo e Tcheco (Morais); Dentinho e Ronaldo (Bill). Técnico: Mano Menezes

Mirassol - Renê; Amarildo (cv), Bruno Perone e Dininho; Anderson Luiz, Diogo Orlando, Gérson (ca) (Kiko), Alex Silva, Anderson Paim (Ferreira) (ca) e Eder (Vinícius); Lins. Técnico: Pintado

Cartões amarelos: Paulo André e Balbuena pelo Corinthians; Gérson e Ferreira pelo Mirassol

Cartão vermelho: Amarildo, do Mirassol

Público: 16.196 torcedores

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.