Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ronaldo na bronca com técnico da Inter

Ronaldo está irritado com o técnico da Internazionale, Héctor Cuper, que se mantém fiel ao plano de fazê-lo retornar aos poucos ao futebol. O atacante deu uma mostra clara disso ao final do jogo em que o time de Milão venceu o Ipswich da Inglaterra por 4 a 1, pela Copa da Uefa, na quarta-feira. Ele participou apenas dos últimos 14 minutos da partida e, ao sair de campo, com cara de poucos amigos, não cumprimentou o treinador. Depois, recusou-se a dar entrevistas.O brasileiro esperava jogar pelo menos o segundo tempo inteiro contra os ingleses. Aliás, entende que já está na hora de voltar a atuar o tempo todo durante as partidas. Seu raciocínio é simples: só vai readquirir a antiga forma física e técnica jogando continuamente. A ansiedade do ?fenômeno? teria aumentado, segundo pessoas ligadas a ele, depois que o técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, lhe avisou que só terá chances de ser convocado para a Copa de 2002 se estiver jogando regularmente.O argentino Cuper, porém, continua convicto de que está fazendo o melhor para o time e para o jogador e repete que "no tempo certo" o escalará desde o início de uma partida. Essa oportunidade, inclusive, pode estar chegando. Ronaldo tem grande chance de ser escalado como titular domingo, quando a Inter defende, contra o Brescia, a liderança do Campeonato Italiano.Héctor Cuper relacionou Ronaldo para as últimas quatro partidas da equipe. No entanto, o atacante só entrou em três delas, num total de 50 minutos em campo.O técnico da Inter tem a aprovação do presidente da Inter, Massimo Moratti - o único a ser cumprimentado pelo brasileiro após a partida contra o Ipswich - quando o assunto é o ?tratamento? dado a Ronaldo."Cuper está estudando a melhor maneira de levá-lo de volta aos bons tempos e de uma forma consistente. Ronaldo é uma carta que temos no bolso, entretanto já era previsto que o processo de seu retorno seria longo. Mas isso não é um problema. A Inter tem outros atacantes, Kallon, Vieri, Recoba, Adriano, Ventola?, diz.Paciência - Para Moratti, é preciso ter paciência e inteligência em relação a Ronaldo. "Fisicamente ele está bem e isto, depois de superar o medo, é importantíssimo. Agora, basta não colocá-lo em confronto com jogadores que estão em melhor forma que ele?, completa.O presidente da Inter garantiu que, apesar de todas as opções que o time tem para o ataque, não pensa em emprestar o brasileiro a outro clube, como chegou a ser comentado na Itália. "Emprestá-lo é uma hipótese que não existe.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.