Cesar Greco/AP
Cesar Greco/AP

Ronaldo passará por cirurgia na mão esquerda na quarta

Lesionado, Fenômeno deixará de defender o Corinthians em oito partidas do Campeonato Brasileiro

Agencia Estado

28 de julho de 2009 | 18h54

SÃO PAULO - O departamento médico do Corinthians confirmou que a cirurgia na mão esquerda de Ronaldo será realizada na quarta-feira. O médico Paulo de Faria explicou que o inchaço na mão esquerda do atacante diminuiu muito, o que permitirá a realização da operação no 3.º e 4.º metacarpos.

Veja também:

linkCorinthians encara Santo André cheio de problemas

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A equipe dos médicos Joaquim Grava e Alexandre Santa Cruz será a responsável pela operação em Ronaldo, que deverá ser realizada na manhã de quarta-feira em São Paulo. A lesão foi sofrida após uma queda em disputa de bola com o volante Souza, durante o primeiro tempo da derrota por 3 a 0 para o Palmeiras, em Presidente Prudente (SP).

Ronaldo deve ficar cinco semanas afastado dos gramados. Nesse período, deixará de defender o Corinthians em oito jogos. Desde quarta-feira, diante do Santo André, até o dia 31 de agosto, contra o Barueri. Escapará, assim, do duelo com o Flamengo, no Maracanã, e também não irá encarar Avaí, Náutico, Atlético-MG, Internacional e Botafogo.

NOVIDADE

Com a ausência do Fenômeno, o técnico Mano Menezes deve escalar Henrique ao lado de Dentinho no ataque na partida desta quarta-feira contra o Santo André, às 21h50 em São José do Rio Preto, pela 15.ª rodada do Brasileirão.

O time do ABC paulista tem sido um adversário complicado para o Corinthians nos últimos confrontos. No ano passado, foram dois empates pela Série B do Campeonato Brasileiro. Na atual temporada, nova igualdade em confronto válido pelo Paulistão.

A equipe alvinegra precisa vencer nesta quarta para não se distanciar dos líderes Atlético Mineiro e Palmeiras, que tem cinco pontos a mais do que o clube do Parque São Jorge na tabela de classificação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.