Ronaldo pede "um tempo para esfriar a cabeça"

O atacante Ronaldo acredita que a derrota deste Sábado para a seleção da França por 1 a 0, em Frankfurt, não vai marcar negativamente esta geração de jogadores. Ele reforçou que estava orgulhoso do empenho do time em campo nos noventa minutos e que agora a equipe precisa agora de descanso. "Demos o máximo de nossas possibilidades, só que não deu. Estamos tristes, sabíamos da expectativa da torcida brasileira em cima da conquista do título... Não deu. Todos precisamos de um tempo para esfriar a cabeça", disse, tentando na seqüência ver algo positivo. "Estamos orgulhosos do nosso sacrifício. Em nenhum momento faltou atitude, todos lutaram". Ainda sobre o motivo para a equipe ter perdido o jogo, Ronaldo não quis apontar um motivo ou um problema. "Tenho certeza de que daqui para frente todos vão procurar desculpas. Estamos tristes, mas demos o nosso máximo. Essa é uma geração vencedora."

Agencia Estado,

01 Julho 2006 | 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.