Ronaldo promete recompensar torcida

A decepção pela perda do título italiano na última rodada ainda é grande. Mas Ronaldo promete superá-la em breve. Pelo menos em declarações ao site oficial da Inter, o atacante brasileiro afirma que pretende recompensar, "com juros", a tristeza provocada nos torcedores do time de Milão com a derrota por 4 a 2 na tarde de domingo, no estádio Olímpico, em Roma."Lamento não ter obtido o triunfo", afirma Ronaldo, antes do embarque para o Brasil, onde descansará por alguns dias antes de se apresentar à seleção. "Lamento por mim, por meus companheiros, pelo clube e também pela torcida", adiantou, com a ressalva. "Pretendo recompensá-los em breve."O atacante brasileiro não deu entrevistas no domingo, depois de ter chorado muito ainda no banco de reserva do estádio Olímpico, antes mesmo do fim do clássico com a Lazio. Também falou pouco, no aeroporto de Milão, nesta segunda-feira, enquanto aguardava o embarque, com a mulher Milene e o filho Ronald. "Agradeço ao presidente Moratti e aos torcedores o apoio que me deram na temporada", insistiu o atacante. "A amargura é grande justamente porque nossa meta estava bem próxima." A Inter liderava a competição, na última rodada, com um ponto de vantagem sobre a Juventus e com dois sobre a Roma. Como perdeu e seus rivais venceram, acabou apenas em terceiro lugar.O choro de Ronaldo foi destaque nas emissoras de televisão e nos jornais italianos. A reação do brasileiro foi a síntese do sentimento de frustração dos milaneses, certos de que fariam enfim a festa pelo título, depois de 13 anos de espera. Mas os sete gols que marcou nas dez partidas de que participou no torneio de 2001-2002 foram suficientes para devolver-lhe o status de estrela do time. A ponto de a diretoria estar empenhada em discutir prorrogação de contrato - assunto que fica para depois da Copa do Mundo.Moratti não só pretende segurar Ronaldo, como nem cogita a dispensa de Héctor Cúper. Em sua avaliação, o trabalho do treinador argentino foi "excelente". O dirigente preferiu transferir a raiva para a Federação Italiana e para os rivais juventinos. "Nos roubaram oito pontos", reclamou. "Espero também que Marcello Lippi tenha terminado de vomitar", afirmou, em referência a declarações do técnico da Juventus. Lippi teria dito que um suposto acordo entre Lazio e Juventus lhe causava náuseas. "Nunca nos faltou honestidade", disse Moratti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.