Ronaldo recebe US$ 400 mil por um jantar

O furacão Real Madrid continua arrasando na sua pré-temporada na Ásia. Seus astros são disputados por uma legião de fãs todos os dias. Quem se deu bem foi Ronaldo. O atacante brasileiro receberá cachê recorde de US$ 400 mil apenas para participar de um jantar com empresários chineses. Tudo o que terá a fazer é comer e tirar fotos com os executivos.Ronaldo aceitou o convite dos empresários mas recusou US$ 1 milhão de duas propostas de publicidade de empresas da China. Contratos comerciais que mantém com empresas ocidentais não permitem que o jogador faça campanhas isoladas de outras marcas.Em Hong Kong, a expectativa pela passagem do Real Madrid é tão grande que um dono de uma padaria quer premiar os jogadores da seleção de Hong Kong com US$ 64 mil. Para levar a bolada, basta uma vitória contra o Real Madrid no amistoso programado para o dia 8 de agosto.Johnny Tang, dono de uma rede de padarias, disse ainda que paga US$ 32 mil se a seleção empatar e US$ 13 mil por cada gol que Hong Kong marcar no time de Ronaldo e Beckham.A procura pelos ingressos para o amistoso continua intensa. Centenas de jovens estão acampados em frente ao estádio de Hong Kong a uma semana do jogo. Organizadores do amistoso anteciparam as vendas, previstas para o dia 5, em 12 horas. Os ingressos custarão de US$ 64 a US$ 192.

Agencia Estado,

30 de julho de 2003 | 21h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.