Ronaldo receita velocidade para o Brasil

O atacante Ronaldo, o mais requisitado pela imprensa européia em Dublin, acredita que o Brasil pode levar vantagem sobre a Irlanda se atuar com rapidez. "Na base da velocidade, a gente pode abrir o caminho da vitória", comentou o jogador do Real Madrid. Ele reconhece o grau de dificuldade do adversário, "pelo desejo que vão ter de superar o campeão do mundo". Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho e Kaká vão-se revezar na frente, voltando para marcar até o meio-de-campo, quando necessário. Essa atribuição caberá, na verdade, mais aos mais jovens atacantes. O que permitirá a Ronaldo ficar um pouco adiantado. De acordo com Parreira, o lado esquerdo da seleção não ficará prejudicado por causa da ausência de Rivaldo - não-convocado em função de compromisso do Cruzeiro pela Taça Libertadores da América. "Nem o Rivaldo era obrigado a ficar só por aquele setor (o da esquerda), nem o Kaká terá que ficar preocupado com isso. Cada um tem de ocupar os espaços deixados pela Irlanda e vai haver um deslocamento constante, como é de praxe", disse Parreira. De acordo com o lateral Cafu, o principal obstáculo do Brasil vai ser a motivação da equipe da Irlanda. "Eles (torcida e jogadores irlandeses) estão tratando o jogo como o mais importante do ano. Vão fazer todo o possível para vencer." Confusão - Ao final do treino de hoje, no local do amistoso, centenas de torcedores invadiram o gramado em busca de autógrafos e de fotos ao lado dos principais jogadores da seleção. Os seguranças foram surpreendidos com a ação das crianças e adolescentes, em maioria, e não conseguiram impedir o tumulto. Ao notar a correria, os atletas brasileiros seguiram rapidamente para o vestiário, liderados por Ronaldo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.