Ronaldo se reapresenta à Inter dia 11

Recuperado de uma contusão muscular na coxa esquerda, o atacante Ronaldo, da Internazionale de Milão, teve seu retorno à Itália marcado para domingo e, na segunda, ele se reapresenta ao clube. A previsão é a de que o jogador tenha condições de retornar aos gramados até o dia 20. Ronaldo chegou ao Brasil no dia 3 de fevereiro com o objetivo de realizar um tratamento com o médico da seleção brasileira, José Luiz Runco. Se não tiver mais nenhum problema físico, ele volta a defender a seleção brasileira, no amistoso do dia 27, contra a Iugoslávia, no Ceará. Segundo o fisioterapeuta Nilton Petroni, o Fílé, a recuperação de Ronaldo está "excelente" e o craque não sente mais nenhum tipo de dor. "Nesta segunda-feira ele começou o trabalho de velocidade, com piques de 100 metros", disse Filé. "Os resultados foram muito positivos e não poderiam ser melhores." Além de Runco e Filé, Ronaldo foi acompanhado no Rio pelos preparadores-físicos da Internazionale, Cláudio Gaudino (que voltou sábado para a Internazionale) e Jean Nicola Bisciotti (que chega nesta terça-feira ao Rio para dar seqüência aos exercícios físicos). A possibilidade de, no sábado, Ronaldo realizar um treinamento com bola contra uma equipe formada por 7 ou 11 jogadores não foi descartada pelo assessor do atleta e da CBF, Rodrigo Paiva. Ronaldo sofreu a contusão muscular na coxa esquerda no dia 23 de dezembro, no jogo contra o Piacenza, pelo Campeonato Italiano.

Agencia Estado,

04 Março 2002 | 18h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.