Rodrigo Jiménez / EFE
Rodrigo Jiménez / EFE

Ronaldo treina com olho roxo e vai desfalcar o Real na Copa do Rei

Atacante deve retornar em importante duelo contra o Valencia pelo Campeonato Espanhol no próximo sábado (27/01)

Estadão Conteúdo

23 Janeiro 2018 | 11h58

A goleada por 7 a 1 sobre o Deportivo La Coruña, no último domingo, pelo Campeonato Espanhol, deixou sequelas em Cristiano Ronaldo. Ao marcar o sexto gol do Real Madrid no duelo, o português levou um chute na cabeça, teve um corte profundo no supercílio e precisou levar três pontos no local.

+ United segue com maior arrecadação do futebol, à frente de Real e Barça

+ Alvo do Real Madrid, goleiro Kepa renova com Athletic Bilbao até 2025

Nesta terça-feira, Ronaldo apareceu com o olho roxo na reapresentação do Real. O técnico Zinedine Zidane já cogitava dar um descanso ao craque no duelo de quarta, diante do Leganés, pelas quartas de final da Copa do Rei, e com o problema físico sofrido, decidiu mesmo tirá-lo do confronto que será disputado no Santiago Bernabéu.

Ronaldo, porém, está confirmado no duelo de sábado diante do Valencia, no Mestalla, em briga direta pelo terceiro lugar do Campeonato Espanhol. "Costuraram o supercílio dele e, hoje, já está de volta. Se está treinando conosco com o olho assim, é porque, para ele, o mais importante é jogar", comentou Zidane.

O Real tenta manter o foco no Espanhol e na Copa do Rei, mas já mira o aguardado duelo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões diante do Paris Saint-Germain, dia 14 de fevereiro, no Santiago Bernabéu. Nesta terça, Zidane foi perguntado sobre a expectativa para encarar Neymar e projetou o encontro entre o brasileiro e Ronaldo.

"Neymar está sendo importante na equipe. Suas estatísticas são incríveis, mas só me interessam os meus jogadores. Quando vemos o Cristiano Ronaldo, gostaria de destacar que na temporada passada marcou oito gols nas últimas partidas da Liga dos Campeões, e isso quer dizer muito. Por isso, estes jogadores são extraordinários e em grandes partidas sempre fazem diferença", considerou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.