José Patrício/AE
José Patrício/AE

Ronaldo vai integrar comitê paulista para Copa do Mundo de 2014

'É uma honra poder ajudar a fazer de São Paulo a melhor sede de todos os tempos'

WLADIMIR D'ANDRADE, Agência Estado

16 de fevereiro de 2011 | 17h47

SÃO PAULO - Recém-aposentado, o ex-atacante Ronaldo Fenômeno foi anunciado nesta quarta-feira como novo integrante do comitê paulista para a Copa do Mundo de 2014. A partir de agora, ele faz parte do grupo de dez secretários municipais e dez estaduais que irão decidir a estratégia do Estado para acolher os eventos e atletas do Mundial. "É uma honra poder ajudar a fazer de São Paulo a melhor sede de todos os tempos", afirmou o ex-jogador, em evento no Museu do Futebol, no estádio do Pacaembu, na capital paulista.

O governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou que Ronaldo vai contribuir com sua experiência em Copas do Mundo. "Ele dará uma enorme contribuição para o comitê. Ronaldo já participou de várias Copas do Mundo, é querido por toda a população, por esportistas e pelos aficionados por futebol", disse Alckmin. "Tenho certeza que a partir de agora o comitê ganhará muito com a sua presença", completou o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab (DEM), referindo-se a Ronaldo.

De acordo com o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional do Estado e presidente do Comitê Paulista da Copa, Emanuel Fernandes, Ronaldo poderá contribuir com sua imagem e ideias. Fernandes disse que Ronaldo já deu uma sugestão no momento em que foi convidado. Segundo o secretário, Ronaldo falou em planejar ações para que o Estado acolha as famílias dos atletas que participarão do mundial. O comitê vai se reunir novamente na semana que vem - sem data definida -, mas o secretário não confirmou a presença de Ronaldo no encontro.

O ex-jogador recebeu também, das mãos de Alckmin, a Medalha do Mérito Esportivo do Estado de São Paulo. "Tudo que eu fiz foi por muito amor ao futebol, e espero ter agradado", disse o ex-atacante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.