Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Ronaldo volta à seleção em amistoso

Dos nomes preferidos pelo técnico Carlos Alberto Parreira para o amistoso do dia 20, com a França, somente o zagueiro Lúcio está contundido - ele foi submetido a uma artroscopia e pode ficar fora da lista que será divulgada nesta quarta-feira, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O atacante Ronaldo, ausente no amistoso do Brasil com a Hungria, na semana passada, recuperou-se de estiramento muscular e será relacionado.Também o atacante Adriano, da Inter de Milão, que desfalcou a seleção no último jogo, já ficou bom de problema médico e vai ser chamado por Parreira. Adriano chegou a marcar o gol de seu time, na rodada do fim de semana do Campeonato Italiano, na partida em que a Inter perdeu por 2 a 1 para o Lecce.O zagueiro Roque Júnior não ficou nem no banco de reservas do Siena, que enfrentou o Brescia, no domingo, mas vai constar novamente da lista do treinador do Brasil. Sua ausência no confronto do Italiano foi uma opção técnica.Confiante de que poderá render bem novamente na seleção, o meia Juninho Pernambucano, que voltou da Hungria com estiramento muscular na coxa esquerda e ficou fora do jogo do Lyon com o Bordeaux, domingo, na França, também teve recuperação rápida. Ele afirmou nesta segunda-feira que a lesão não foi grave, garantindo que participa da próxima partida do Lyon."Foi um estiramento leve que incomodava, mas que não me trará maiores prejuízos. Volto normalmente no sábado", declarou Juninho, referindo-se ao jogo contra o Metz, pela 35ª rodada do Campeonato francês.A relação de convocados vai servir também para o amistoso com a Catalunha, dia 25, em Barcelona. E a comissão técnica da seleção estudava ainda nesta segunda a possibilidade de a lista desta quarta abranger ainda os jogos com Argentina e Chile, no início de junho, pelas Eliminatórias do Mundial de 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.