Rooney se diz 'devastado' por queda inglesa na Copa

Mais uma vez a Inglaterra chegou a uma Copa do Mundo com uma geração talentosa e acabou decepcionando. No torneio no Brasil, no entanto, a queda precoce ganhou tons ainda mais dramáticos por ter ocorrido ainda com uma partida por disputar na primeira fase. O vexame da seleção fez com que um dos principais astros do país, o atacante Wayne Rooney, desse explicações e lamentasse o momento.

AE, Agência Estado

21 de junho de 2014 | 10h58

"Completamente devastado por estar fora da Copa do Mundo. Fomos para cada jogo com muita confiança em nós mesmos, mas infelizmente não funcionou. Peço desculpas a todos os torcedores que viajaram e aos que estão em casa por não termos feito melhor... Destruído!", escreveu em sua página no Facebook.

A Inglaterra perdeu as duas partidas que fez no torneio, para Itália e Uruguai, ambas por 2 a 1, e acabou eliminada na sexta-feira sem sequer entrar em campo. Os ingleses precisavam de uma vitória italiana diante da Costa Rica para permanecerem com chances na última rodada, mas os costarriquenhos surpreenderam e venceram, tirando o time de Roy Hodgson da Copa.

O goleiro Joe Hart foi outro a lamentar a queda precoce e agradecer o apoio dos torcedores que vieram ao Brasil para acompanhar a seleção. "Vir até o Brasil para nos apoiar... Eu não tenho como agradecer o suficiente. Eu gostaria de pensar que faria a mesma coisa se não estivesse na equipe", disse ao site da Fifa.

Apesar da decepção, o goleiro garantiu que os ingleses se empenharam ao máximo. "Eu amo meu país e amo jogar pelo meu país. Sou muito orgulhoso de representar e estar em campo por aquelas pessoas que viajaram até aqui e as que estão em casa. Entendo que nem todos puderam vir. Demos tudo de nós, não há mais nada que pudéssemos dar, a não ser um resultado melhor."

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolInglaterraRooney

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.