Roque Júnior desmente saída do Siena

Embora tenha sido convocado nesta terça-feira pelo técnico Carlos Alberto Parreira para defender a seleção brasileira no amistoso contra a Hungria, dia 28, o zagueiro Roque Júnior parece seguir com seu inferno astral na Europa. Nesta terça, eram grandes as especulações de que o jogador, que tem o passe vinculado ao Milan, teria rescindido o contrato com o Siena, clube que defende há apenas quatro meses, e que atualmente ocupa a 12ª colocação na Série A do Campeonato Italiano. A assessoria do zagueiro, no Brasil, desmentiu a notícia distribuída por agências internacionais. ?Não sei de onde veio a informação. Treinei nesta terça normalmente, conversei com a diretoria do clube e em nenhum momento falamos em rescisão de contrato?, disse Roque Junior por meio do seu assessor. Em janeiro, Roque assinou com o Siena por um ano e deveria ficar emprestado até dezembro. Na equipe, que tem ainda o lateral-esquerdo Júnior e o volante Taddei, disputou somente três partidas. O jogador treinou até a semana passada, quando se irritou com o técnico Giuseppe Papadopulo, pois não vinha sendo sequer relacionado para os jogos. De julho a dezembro do ano passado, Roque Júnior teve uma infeliz passagem pelo Leeds United, da Inglaterra. À época, o Leeds ocupava a lanterna da Premier League, a divisão principal na Inglaterra. Roque deixou o clube inglês na metade da temporada, transferindo-se para o Siena. O provável destino do pentacampeão mundial em 2002, caso saia do Siena, é o Benfica, de Portugal. Ele seria uma recomendação do técnico do time, o espanhol José Antonio Camacho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.