Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Roque Júnior se diz ansioso para voltar ao Palestra

'O estádio só me traz boas lembranças e será um prazer retornar ao palco onde eu comecei', afirma o jogador

Agencia Estado

30 de setembro de 2008 | 21h06

Já se passaram mais de oito anos desde a última atuação de Roque Júnior no Estádio Palestra Itália com a camisa do Palmeiras. O zagueiro deu adeus ao time em um jogo da Libertadores, e, coincidentemente, retorna para atuar diante da torcida palmeirense em uma competição internacional. Nesta quarta-feira, o jogador será titular na partida contra o Sport Ancash, do Peru, pela Copa Sul-Americana, e demonstrou ansiedade com a reestréia.Veja também:Roque Júnior deve ser a grande atração palmeirense na quarta Copa Sul-Americana - Calendário / Resultados Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"A expectativa é enorme. Mesmo experiente, passa um filme pela nossa cabeça. Foram momentos marcantes. O Palestra só me traz boas lembranças e será um prazer retornar ao palco onde eu comecei", disse Roque Júnior. O zagueiro de 32 anos foi revelado pelo Palmeiras e se transferiu para a Europa em 2000, quando já tinha participado de duas Libertadores pelo time paulista, sendo campeão em 1999, justamente no Palestra Itália."A experiência é algo que conta muito. A gente sabe se posicionar melhor e orienta os companheiros. Consigo correr menos, mas certo. Quando o atleta é muito jovem, a afobação toma conta. Com o tempo, a gente aprende a ver o jogo melhor, mesmo quando o time está atacando. Isso é uma virtude", analisou o zagueiro sobre os oito anos que separam suas passagens pelo Palmeiras. "Eu também já fui inexperiente e tive a ajuda de muitos companheiros de peso, casos do Cléber, Júnior Baiano, Arce, César Sampaio, Zinho, Evair."Nesta quarta-feira, Roque Júnior será um dos mais experientes em campo, ao lado do atacante Denílson. O goleiro Marcos também pode atuar, mas o técnico Vanderlei Luxemburgo ainda estuda poupá-lo para o próximo confronto no Brasileirão. Contra o Sport Ancash, o Palmeiras precisa apenas de uma vitória simples para se classificar às quartas-de-final, já que empatou por 0 a 0 no Peru.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.