Rosan: o próximo alvo de Luxemburgo

Vanderlei Luxemburgo não esconde de ninguém que um de seus muitos segredos para ganhar títulos é enfraquecer os adversários mais fortes. Foi assim quando tirou o lateral-direito Maurinho do Santos, no começo de 2003, levando-o para o Cruzeiro, onde sagrou-se campeão brasileiro pelo segundo ano consecutivo. Agora, não tem sido diferente e o primeiro alvo de Luxemburgo e do Santos foi o Corinthians, contratando o goleiro Fábio Costa e depois tirando o médico Joaquim Grava do Parque São Jorge. A próxima vítima deve ser o tricampeão mundial São Paulo, prestes a perder o fisioterapeuta Luís Rosan.A contratação de Rosan - trabalhou no Santos até 2002 - tem um motivo especial: repetir na Vila Belmiro o trabalho que fez com Luizão no São Paulo. O atacante, definido na época pelo técnico Emerson Leão como ex-atleta em atividade, foi recuperado e se transformou num dos principais jogadores do time na conquista da Copa Libertadores da América, de 2005. O sucesso de Luizão com a camisa do São Paulo foi o que animou o Santos a investir mais de R$ 5 milhões para repatriá-lo do Japão. Só que até agora não teve a resposta esperada."O que vamos fazer com Luizão? Embrulhá-lo e mandar de presente para alguém? Ele tem contrato e vai cumprir. Com certeza Luxemburgo vai conseguir recuperá-lo e fazer com que ele volte a ser artilheiro", disse uma pessoa ligada ao técnico.Luxemburgo está com a família em Punta del Este, no Uruguai, de onde retornará no fim da próxima semana para começar a trabalhar em campo no dia 2 de janeiro, mas não perde o contato com o clube. Por telefone o técnico fica sabendo sobre o andamento do trabalho do supervisor Luiz Henrique de Menezes, encarregado de dispensar os jogadores excedentes.Pelo menos 15 jogadores do grupo de 37 do último jogo do Campeonato Brasileiro não estarão na reapresentação para o início da pré-temporada, segunda-feira, às 16h, no Centro de Treinamentos Rei Pelé. Ontem (22) à noite, o goleiro Mauro e o volante Fabinho, titulares do time campeão brasileiro de 2004, foram avisados que não havia interesse na renovação de seus contratos.A dispensa começou com Zé Elias, Paulo César, Gavião, Frontini, Henao, Flávio e Bóvio e atingiu até o treinador de goleiros, Luís Alberto. Luxemburgo ainda não disse quem virá para o seu lugar. Também será contratado mais um auxiliar-técnico para fazer dupla com Serginho Chulapa e um dos nomes comentados é Jaime, ex-jogador do Flamengo.A programação para a primeira semana da pré-temporada de 2006 já está pronta. Os jogadores se reapresentam às 16h de segunda-feira, no Centro de Treinamentos Rei Pelé, fazem testes físicos e, em seguida, inauguram o hotel Recanto dos Alvinegros, onde ficarão concentrados até a próxima sexta-feira. Durante esse período, passarão por uma bateria de exames médicos e treinarão fisicamente em dois períodos.

Agencia Estado,

24 de dezembro de 2005 | 09h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.