Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Rosario Central vence São Paulo por 1 a 0

O São Paulo não se deu bem em seu primeiro jogo pelas oitavas-de-final da Taça Libertadores da América. Prejudicado pela expulsão de Fábio Simplício, aos 34 minutos do primeiro tempo, o time não foi capaz de segurar a limitada equipe do Rosario Central e acabou surpreendido com um gol no fim. A derrota por 1 a 0, em Rosario, obrigará os paulistas a vencerem por dois gols de diferença, quarta-feira, no Morumbi, para avançarem às quartas-de-final. Um triunfo pela contagem mínima levará a decisão para os pênaltis. O grupo lamentou demais o tropeço pela forma como ele ocorreu. O empate parecia assegurado, quando, aos 41 da etapa final, Belloso fez boa jogada e chutou no canto esquerdo de Rogério Ceni. A bola ainda bateu na trave antes de entrar. O elenco chega na tarde desta sexta-feira à capital paulista e, no domingo, enfrenta o Coritiba, no Paraná, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado manteve em pé a longa invencibilidade do Rosario em seu estádio, o Gigante de Arroyito. Os argentinos não perdem, em sua casa, para equipes estrangeiras desde 1973. Os torcedores apoiaram em grande número ? cerca de 40 mil pagantes ? a equipe e fizeram pressão desde o início. O São Paulo, no entanto, manteve o controle do jogo. O técnico Cuca utilizou formação teoricamente ofensiva, com dois jogadores na armação, Danilo e Marquinhos, e dois no ataque, Grafite e Luís Fabiano. Em sua visão, o time deveria atuar à frente, buscando a vitória, e não lutando apenas pelo empate. A expulsão de Simplício, contudo, desarrumou o São Paulo, que teve de abdicar um pouco de atacar. Apesar de ter ficado com um atleta a mais em boa parte do confronto, o Rosario, que conta com poucos jogadores habilidosos, criou apenas duas boas chances, além do gol marcado. Os são-paulinos também não conseguiram assustar o goleiro Gaona. No Morumbi, porém, a equipe brasileira tem grandes possibilidades de reverter a situação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.