Rosinei falta e Nelsinho muda quatro no Corinthians

Técnico faz alterações para o duelo contra o Flu e tira Fábio Braz, Vampeta, Bruno Octávio e Everton Santos

Bruno Winckler, do Estadão,

02 de outubro de 2007 | 11h04

O treino desta terça-feira foi agitado no Parque São Jorge. O técnico Nelsinho Baptista mais uma vez promoveu uma série de alterações no Corinthians, que na quarta-feira pega o Fluminense, no Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.   Veja também:  Não há consenso e Andrés Sanchez é candidato no Corinthians  Citadini admite ter feito contatos com Kia e a MSI   Dos 11 jogadores que estiveram em campo contra o Sport, Nelsinho promoveu quatro alterações. Saíram o zagueiro Fábio Braz, o volante Vampeta, o atacante Everton Santos e o volante Bruno Octávio - este último ficou de fora por causa de uma lombalgia.   Ailton jogará ao lado de Finazzi no ataque, para tentar dar maior mobilidade ao setor ofensivo. Carlos Alberto assume a vaga de Bruno Octávio, enquanto Zelão e Fábio Ferreira retornam à zaga nos lugares de Fábio Braz e Vampeta, que atuou como líbero contra o Sport.   Se não promover mais nenhuma alteração, o Corinthians entra em campo contra o Fluminense no esquema 3-5-2, com a seguinte escalação: Felipe; Fábio Ferreira, Betão e Zelão; Iran, Moradei, Carlos Alberto, Héverton e Everton; Finazzi e Ailton.   O Corinthians é o antepenúltimo colocado no Brasileirão e precisa da vitória para tentar sair da zona de rebaixamento.     Mais problemas   Outra "dor de cabeça" no Corinthians é o meia Rosinei. O jogador faltou mais uma vez ao treino e pode ser multado pela diretoria. Os dirigentes, aliás, não conhecem o paradeiro do jogador e tentam fazer contato.   Já Edson foi liberado pela comissão técnica e só deve se apresentar nesta quarta-feira. Ele não enfrenta o Fluminense.   A viagem para o Rio acontecerá ainda nesta terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.