Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Rosto de Diego Maradona é pichado após homenagem em muro do CT Rei Pelé, em Santos

Horas depois da homenagem ao craque argentino, vândalos sujaram a imagem onde a equipe treina e escreveram as iniciais do clube, SFC

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2020 | 09h39

Uma homenagem feita pelo Santos ao craque argentino Diego Maradona, que morreu na última quarta-feira, amanheceu pichada nesta sexta. O rosto do jogador, pintado pelo artista plástico Paulo Consentino no muro do CT Rei Pelé, em Santos, foi vandalizado. Uma tinta branca foi jogada na pintura e foram escritas as letras SFC, as iniciais de Santos Futebol Clube. O time de Cuca treina no local. A arte era provisória e ficaria estampada no muro do CT do Santos por 30 dias. Ela está ao lado do rosto de Pepe, ex-jogador e parceiro de Pelé, e próxima ao do Rei. Na manhã desta sexta, funcionários do Santos já trabalhavam no local para cobrir o vandalismo.

Para fazer a homenagem a Maradona, o artista pediu ao clube autorização para pintar o rosto do craque argentino. Paulo Consentino já foi o responsável por outras pinturas nas paredes do Centro de Treinamento do clube. Ele também trabalhou para o Instituto Messi e Instituto Johan Cruijff. Maradona morreu na quarta-feira, em Buenos Aires, aos 60 anos. Ele foi vítima de uma parada cardiorrespiratória. Foi enterrado nesta quinta. O velório do jogador foi realizado na Casa Rosada, sede do governo argentino.

Os seguranças do Santos, tampouco a polícia da Baixada, não têm pistas de quem teria feito a pichação. O Santos ainda não se manifestou sobre o assunto. Pelé mandou flores para Diego e disse que perdeu um amigo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMaradonaSantos Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.