Roth afirma que São Paulo não merecia bater o Cruzeiro

Depois de ver o seu time ampliar para cinco o número de jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro, sendo que a equipe foi superada em quatro das últimas cinco partidas, o técnico Celso Roth disse que o São Paulo não merecia vencer o Cruzeiro por 1 a 0, no último domingo, no Morumbi. O comandante lamentou os problemas com lesões enfrentados por Wallyson, Wellington Paulista e Charles durante o duelo, no qual os cruzeirenses estacionaram nos 35 pontos e caíram para a nona posição.

AE, Agência Estado

24 de setembro de 2012 | 09h49

"Eu acho que o jogo foi absolutamente controlado pelo Cruzeiro. No primeiro tempo, o Cruzeiro foi muito melhor do que o São Paulo, que estava nervoso. No segundo tempo também, e aí nós começamos a perder jogadores, e isso desequilibrou. Desequilibrou já no final do primeiro tempo (quando saíram Wallyson e Wellington Paulista e entraram Souza e Borges), porque os jogadores entram frios, e nós já tivemos algumas dificuldades. Tentamos, no intervalo, saímos em cima do São Paulo e, com a saída do Charles, aí ficou complicado. Ele estava muito bem no jogo. O menino Lucas (Silva) entrou, mas não tem a mesma experiência do Charles, é promissor, mas ainda precisa amadurecer, e nós tivemos problemas no jogo", enfatizou o treinador.

Em seguida, Roth lamentou o fato de o Cruzeiro ter tomado um gol no qual o goleiro Fábio falhou ao espalmar um cruzamento da direita, que parecia inofensivo, na cabeça de Osvaldo, que completou de cabeça para as redes. "O São Paulo achou o gol. Parabéns ao São Paulo, que sai daqui (do Morumbi) sem merecer a vitória, mas conseguiu a vitória. Futebol é assim, há momentos e momentos", completou.

Além dos problemas com lesões de três dos seus jogadores, Roth ainda deixou o Morumbi lamentando o terceiro cartão amarelo recebido pelo volante Tinga e a expulsão do reserva Lucas Silva. Com isso, eles não poderão enfrentar o Internacional, no próximo sábado, às 18h30, no Estádio Dilzon Melo, em Varginha, pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O consolo para o treinador serão os retornos dos volantes Leandro Guerreiro e Everton, que vinha atuando como lateral-esquerdo. Os dois cumpriram suspensão no confronto diante dos são-paulinos e ficarão novamente à disposição.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCruzeiroCelso Roth

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.