Roth celebra vitória e vê Inter 'aliviado', mas cobra evolução

Após 2 a 1 contra o Flamengo, gaúchos conseguem sair da zona de rebaixamento

Estadão Conteúdo

17 Outubro 2016 | 09h17

O técnico Celso Roth não escondeu a felicidade pela vitória do Internacional sobre o Flamengo. De virada, o time colorado derrotou o segundo colocado do Campeonato Brasileiro em casa, no último domingo, por 2 a 1, e saiu da zona de rebaixamento. Como era de se esperar, o resultado deixou os jogadores e o treinador aliviados.

"Evidentemente, faz com que respiremos mais aliviado. Mas se não vencermos nos próximos jogos, voltaremos a ter problemas", declarou Roth. "Conseguimos melhorar no segundo tempo. Com a entrada do Sasha, o Flamengo sentiu que a armadilha estava bem preparada. Após o gol sofrido, saímos de peito aberto para o jogo e tivemos a felicidade pela qualidade e persistência."

Apesar do triunfo, Roth sabe que o Inter está longe de viver uma situação confortável. Com 36 pontos, é somente o 15.º colocado. Por isso, o técnico quer melhores atuações no futuro, a começar por esta quarta-feira, quando o time gaúcho duela com o Santos em casa, pela volta das quartas de final da Copa do Brasil - na ida, perdeu por 2 a 1.

"Tudo é amadurecimento. Existem razões para o time estar com essa dificuldade, e temos que detectá-las rapidamente. Estar na zona cria amadurecimento aos jogadores. A gente fica pressionado, interna e externamente. Ainda não estamos em uma situação cômoda: conseguimos a vitória, mas isso está longe do que a gente queria", afirmou Roth.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.