Roth elogia começo 'correto' do Vasco e aposta em evolução

Time perde de Palmeiras e Corinthians nas duas últimas rodadas

Estadão Conteúdo

30 de julho de 2015 | 09h02

São duas derrotas seguidas, sete gols sofridos e presença constante na zona de rebaixamento. Celso Roth, contudo, não desanima no comando do Vasco. Apesar da derrota por 3 a 0 para o Corinthians, na noite de quarta-feira, o treinador viu motivos para elogiar sua equipe e segue apostando na evolução ao longo do Campeonato Brasileiro. "Fizemos um primeiro tempo correto, mas depois que saímos atrás do placar não conseguimos manter. É uma situação complicada, mas acredito na recuperação desse elenco", comentou Roth, referindo-se ao desempenho do Vasco antes do intervalo. Depois, levou os três gols na segunda etapa.

Na avaliação de Roth, o Vasco evoluiu em comparação à derrota por 4 a 1 para o Palmeiras, na rodada passada, em São Januário. "Erramos muito na partida de domingo. Hoje tentamos mudar o esquema. E tivemos um time mais precavido, com segurança lá atrás. Tivemos um bom primeiro tempo, com a pressão do Corinthians, que é normal. Já no segundo, o gol no início quebrou o ritmo. Só vamos passar por isso trabalhando."

Para o treinador, o Vasco tem elenco suficiente para se recuperar nas próximas rodadas. "Estamos em um momento ruim, mas creio que o grupo tem bastante qualidade e acho que vamos conseguir evoluir na competição", avaliou. Para tanto, ele conta com a distância de 11 dias para sua próxima partida no Brasileirão. O adversário será o Joinville, rival direto para escapar de uma eventual lanterna da tabela. "Vamos ter muito tempo para treinar e sair dessa. Não é só o problema físico, mas também psicológico", afirmou. "Já jogamos 10 jogos. Não conseguimos parar para treinar", ponderou.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoCelso Rothbrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.