Roth herda ?herança? de Marco Aurélio

Pelo menos uma parte da herança deixada pelo técnico Marco Aurélio Moreira está rendendo frutos no Palmeiras. Contratado a pedido de Marco Aurélio, com quem trabalhou no Cruzeiro, o zagueiro Alexandre, autor do gol da vitória do time contra o Universidad de Chile por 2 a 1, em Santiago, firma-se como titular da equipe. E com uma história curiosa. Alexandre chegou no clube há um mês e meio, justamente no dia em que Celso Roth era apresentado como o novo técnico do time. Desconhecido e indicado por um treinador que saía, poucos apostavam que Alexandre Pereira de Souza, 24 anos, 1,83 metro, 82 quilos, tivesse uma chance no time.Na primeira preleção, o zagueiro - revelado no Atlético Mineiro em 1992, com passagens pelo Cruzeiro e Vitória de Guimarães, de Portugal, o dono de seu passe - ficou assustado. Alexandre disse que Roth "falava duro", ao estilo Luiz Felipe Scolari. Um mês e meio depois, quem fala grosso é Alexandre . Com moral suficiente para dar sua opinião a respeito de um assunto delicado, ele adianta que não concordaria com uma suposta manobra para escolher o próximo adversário na Libertadores. "Sempre entro em campo para vencer", diz. "Ouvi jogadores falando disso, e acho que não pegou muito bem. Não sei como é possível entrar em campo e não pensar em vencer uma partida."O time do Palmeiras treina nesta sexta-feira para o jogo de sábado contra o Mogi Mirim, pelo Campeonato Paulista, em Mogi-Mirim. O lateral-direito Daniel, suspenso, não jogará. Taddei deverá entrar em seu lugar. Outra dúvida é Basílio. O atacante deixou o campo em Santiago com uma contusão no ombro esquerdo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.