Roth ignora torcida do Palmeiras

O técnico Celso Roth vai continuar ignorando as manifestações da torcida e de muitos jogadores do Palmeiras. Ele continuará escalando o time com três volantes mesmo quando o adversário for um time como o frágil Sport Boys, adversário que venceu por 3 a 0 no Parque Antártica. Roth foi chamado de "burro" pelos torcedores. Retrucou: "Sou um burro feliz". Torcedor, segundo ele, age movido pela emoção, o que não pode acontecer técnico. "Eu ficaria incomodado com as críticas se não tivesse conseguido um bom resultado". Roth vai além. Ele deixou escapar que, se for preciso, poderá escolher o adversário que enfrentará nas oitavas-de-finais da Libertadores. Classificado, o Palmeiras, integrante do grupo 2, enfrentará um clube do grupo 7. Os mais cotados são Cruz Azul, do México, e Olmedo, do Equador. O primeiro colocado de uma chave enfrenta o segundo de outra. "Vamos ver o que é melhor em termos de classificação e de adversário", deixou escapar. Depois, tentou fazer uma ressalva. "Publicamente, minha resposta será sempre a de que não escolheremos adversário. Vamos jogar para sermos os primeiros do grupo." Os jogadores se esforçam para não contrariar publicamente o chefe, mas fica evidente, principalmente entre os atacantes, o descontentamento com o esquema de jogo com muitos jogadores de marcação no meio-de-campo. "Com três volantes o time fica um pouco amarrado", afirma Lopes, que começou o jogo contra o Sport Boys na reserva. "Quando o Fernando se machucou (aos 15 minutos do primeiro tempo), eu poderia ter entrado. A história do jogo poderia ter sido outra." Contundido no joelho direito, Fernando não joga sábado em Santos contra a Portuguesa Santista. Magrão deve entrar em seu lugar. O zagueiro Alexandre e o meia Alex, suspensos, também não jogam. Paulo Turra e Lopes deverão ser os substitutos. No ataque, Basílio e Tuta disputam posição. Fábio Júnior, que marcou contra o Sport Boys seu primeiro gol com a camisa do Palmeiras, jogará contra a Portuguesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.