Roth mantém 'enigma' quanto à escalação do Cruzeiro

O técnico Celso Roth definiu como um "enigma" a escalação do Cruzeiro para pegar o Inter, neste sábado, às 18h30, em Varginha, no interior de Minas Gerais. São duas dúvidas: no ataque, Borges pode ter a companhia de Montillo, chegando de trás, ou de Anselmo Ramón, com o argentino atuando no meio. Já na lateral direita podem jogar Ceará, Léo ou Mayke.

AE, Agência Estado

28 de setembro de 2012 | 16h17

Perguntado sobre a escalação do time durante a entrevista coletiva desta sexta-feira, Roth fez mistério. "É um enigma, não é? Nós treinamos de duas maneiras (quinta) e vamos escolher uma delas. Fizemos uma primeira parte com duas linhas de quatro jogadores e dois atletas chegando: o Montillo e o Borges. Depois treinamos de uma outra maneira, com os dois jogadores de área juntos. Então, nós vamos escolher uma", explicou.

De acordo com Roth, Anselmo Ramón pode ganhar a sua segunda chance para ser titular no Brasileirão. A primeira foi exatamente contra o Inter, no primeiro turno. Em 12 jogos entrando no segundo tempo, só marcou dois gols. "O Anselmo precisa ter uma oportunidade. A possibilidade de ele participar do jogo é real, porque é um jogador que tem uma característica um pouquinho diferente da que a gente estava utilizando com o Wellington (Paulista)", avaliou o treinador do Cruzeiro.

Já para a lateral direita Roth depende da situação física de Ceará, que treinou na quinta-feira, mas nesta sexta-feira demonstrou ainda sentir um incômodo. Caso não tenha condições de jogo, pode dar lugar mais uma vez ao zagueiro Léo, improvisado, ou à estreia do garoto Mayke.

"A princípio, o Ceará vai para o jogo. Se ele não for, aí nós temos a possibilidade de colocar o Léo, de novo, ou o menino Mayke, que vem treinando bem, e que nós já colocamos numa parte do ataque contra defesa e respondeu bem", comentou Roth, que relacionou 19 jogadores, mas terá que cortar um estrangeiro. Com isso, Ceará deverá ficar no banco mesmo sem estar recuperado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.