Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Roth minimiza empate e diz que foco do Inter é Mundial

Para técnico, o mais importante foi terminar o jogo de domingo contra o Vitória ileso e sem lesões

AE, Agência Estado

29 de novembro de 2010 | 09h11

O empate do Internacional por 1 a 1 com o Vitória, no domingo, em partida válida pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, foi minimizado pelo técnico Celso Roth. Para ele, a equipe poderia ter vencido o adversário, mas o mais importante foi terminar o jogo ileso e sem lesões, já que a preocupação no momento é com a disputa do Mundial de Clubes.

Veja também:

linkInter empata em casa e complica situação do Vitória

"Controlamos o adversário o jogo inteiro. Faltou um pouco de definição no primeiro tempo. Precisamos sofrer um gol para aumentar ainda mais o volume de jogo. Mas o que mais importa neste momento é que ninguém sofreu lesão. O time está se preparando para o Mundial", afirmou Roth.

Já o volante Guiñazu avaliou que o Internacional encontrou dificuldades no jogo porque o adversário luta contra o rebaixamento para a Série B. O argentino considerou o resultado justo. "A gente sabia que ia ser complicado porque o Vitória está lutando para não cair, então o placar foi justo", disse.

Com o empate, o Internacional ocupa a oitava colocação no Brasileirão, com 55 pontos. A equipe encerra a sua participação no torneio na próxima quinta-feira, quando enfrentará o Prudente fora de casa. Mas a principal preocupação é com a preparação para o Mundial de Clubes. E Roth divulgará nesta segunda-feira a lista de 23 jogadores que irão para Abu Dabi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.