Roth mostra preocupação com gramado dos Aflitos

Depois da eliminação na Copa Sul-Americana, Celso Roth voltou suas atenções ao Brasileirão. Nesta quinta-feira, o técnico do Atlético Mineiro demonstrou preocupação com o gramado do Estádio dos Aflitos, onde o time enfrenta o Náutico no sábado, e pediu uma postura aguerrida ao seu time diante da pressão da torcida pernambucana.

AE, Agencia Estado

17 de setembro de 2009 | 20h23

"Os jogos nos Aflitos tinham uma característica que a gente sempre precisava levar em conta, que era o estado do gramado, mas me parece que o estado do gramado melhorou. Não sei agora como está, mas, assim mesmo, é um jogo de muita pressão", avaliou o treinador.

Diante de um adversário que luta para escapar da zona da degola, Roth espera um jogo difícil em Recife. "A gente sabe que é um jogo diferente, não é só um jogo, é uma guerra, então, temos que nos preparar nesse sentido. Vamos respeitar o Náutico, mas temos que estar bem equilibrados para fazer um bom jogo", pregou o técnico.

Na sua avaliação, uma derrota no sábado poderá acabar com as chances do Atlético de brigar pelo título. "Um resultado lá é fundamental para que a gente possa seguir no nosso caminho, que é um caminho que vem se fortalecendo nos últimos resultados e que a gente pretende ficar nele", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.