Roth mostra preocupação com Madson e Kléber Pereira

Após o último treino do Atlético Mineiro, em preparação para o jogo contra o Santos, no domingo, o técnico Celso Roth demonstrou preocupação com o meia Madson, responsável pela criação das jogadas do time adversário, e com o artilheiro Kléber Pereira.

AE, Agencia Estado

19 de junho de 2009 | 20h32

Para o treinador, o Atlético deverá ter cuidado com o ataque rival, que já marcou 14 gols no Brasileirão, mesmo número da equipe mineira. "O Kléber Pereira tem mais presença de área e o Madson é um jogador que anda mais dentro do campo, não é um atacante, mas chega muito bem", alertou o treinador.

Apesar do cuidado com o ataque adversário, Roth prometeu motivação para alcançar a marca de quatro jogos seguidos sem levar gols. "Toda vez que jogamos fora de casa, a gente sai para procurar pontos. Foi assim e vai ser assim. É um clássico do futebol brasileiro e o maior respeito que podemos ter por um adversário é vencê-lo, ainda mais dentro da casa dele".

Artilheiro do Atlético na temporada, o atacante Diego Tardelli espera um jogo movimentado, com pressão dos dois lados do campo. "O Santos tem uma saída rápida com jogadores de velocidade e será um jogo muito disputado, contra-ataque nosso, contra-ataque do Santos, então, é pressão toda hora".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.